O Acampamento

Férias escolares. Ah, nada mais perfeito do que um descanso merecido após um longo semestre de aulas e matérias cansativas. Mas as férias de Kelsey não serão assim. Seus pais a mandaram para um acampamento de verão, onde ela passará um mês inteiro. Ela já espera o pior: gente chata, crianças de 7 anos... Porém o inesperado pode acontecer.

10Likes
29Comentários
515Views
AA

2. Aquele alguém

O café da manhã fora bem silencioso. Meus pais estavam tensos, e eu também. Eles nunca haviam me deixado tanto tempo fora de casa e eu não queria sair do conforto de minha cama, muito menos quando eu teria que sair da minha cama para ir ao mato. Ugh

Coloquei meus fones de ouvido e fiquei ouvindo música a viagem toda. Espere, estou mentindo. A bateria do meu celular ficou fraca antes mesmo de chegarmos na metade do caminho, que droga. Eu não poderia me permitir ficar exposta as conversas entediantes do meu pai sobre como seria legal conhecer pessoas novas, ficar em contato com natureza...

Ah, obrigado. O que mais, pai? Você quer que eu viva de luz e clorofila? Felizmente, minha mãe teria que ficar em casa cuidando do meu irmão mais novo, George. Ele era fofo, mas gostava de ser o centro das atenções. Não que eu me importasse, mas não estava acostumada a dividir a atenção, já que sempre fui filha única, pelo menos até George nascer. Aí, pronto: criou-se um ícone de admiração em casa.

Meu namorado me telefonou noite passada. Disse que estava preocupado com o fato de eu poder me apaixonar por outro em um acampamento. Sinceramente, acho que ele se surpreendeu quando eu ri. Oras, vou me apaixonar por quem?

Até agora, só estou reclamando. Me desculpem. Meu nome é Kelsey Canway, tenho 16 anos... Minha aparência física? Realmente, acho que isso não é importante, tanto que sou bem normal. Cabelos e olhos escuros, pele branca, magra e altura média.

Nunca chamei muita atenção na escola por minha beleza, tanto que nem tenho, mas tenho facilidade em fazer amigos. Pra ser sincera, amigos de verdade consigo contar nos dedos, o resto é apenas gente que eu chamaria para festas.

Nós paramos para almoçar perto das treze horas. Estava bem quente, então tirei o casaco e o amarrei na cintura. Havia muitas coisas para eu comer naquele local, mas eu peguei uma bandeja e andei em direção ao local onde eu poderia montar meu sanduíche. Hm... Era delicioso só de pensar.

Meu celular tocou com as mensagens que chegavam. Não era possível. Ali tinha wifi!! Meu Deus, que felicidade! Comecei a digitar loucamente enquanto andava, sorrindo e feliz por poder me sentir perto das minhas amigas, mesmo estando tão... Longe. Ugh.

De repente, senti algo chocar-se contra mim, me derrubando no chão.

"Ai." Reclamei, olhando para cima. Droga, não foi algo que se chocou contra mim, foi alguém. O alguém mais lindo que já vi na vida.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...