Um Anjo Em Nossas Vidas

Você seria capaz de abrir mão de seu grande amor,para ver uma pessoa sangue do seu sangue feliz??
Um anjo em nossas vidas, uma história de sonhos e conquistas que é vivida por uma jovem batalhadora,que fará de tudo para ver as pessoas que ela ama feliz...

2Likes
0Comentários
689Views
AA

29. Há males que vem para o bem.

Acordei com ela montada em cima de mim, só de lingerie, meu short estava aberto, tento tirar ela de cima de mim, mas ela resiste, com um sorriso malicioso nos lábios ela fala:

Alice: Eiii, deixa eu ficar aqui rum.

Luan: Alice, meu anjo, por mais que eu queira fazer sexo com você, não da, olha seu estado, ta completamente fora de si.

Como se não tivesse escutado o que eu havia falado, ela beija minha orelha e fala:

Alice: Me penetra? Bem forte,quero fazer amor com você.

Jogo a cabeça pra trás, respiro fundo e volto a olhar pra ela que continua falando:

Alice: Deixa eu te chupar?

Luan: Alice, deita e dorme, quando estiver bem, terei maior prazer em deixar você fazer isso, mas hoje não.

Alice: Larga de ser chato Luan.

Ela me beija, o toque dos lábios dela que estavam quentes, faz a minha pele se arrepiar, tento acalmar minha respiração, pego uma camisa minha que estava ao lado do travesseiro, visto nela e falo após parar de beijar ela.

Luan: Vem, deita aqui.

Com muito custo, Alice deitou-se, aconcheguei ela no meu peito, logo ela dormiu e eu enfim pude dormir também, aquela noite realmente tinha sido uma tentação pra mim...

ALICE...

Acordo, mas não abro os olhos, sinto uma respiração bem próxima ao rosto, nem precisava perguntar de quem era, abro o olho devagar, o quarto estava todo iluminado, o sol estava alto, que horas era? Sento na cama de uma vez, o que me faz sentir uma pontada terrível na cabeça, droga eu bebi demais, olho pro Luan que dormia tranqüilo ao meu lado, uma vontade imensa de deitar de novo no peito nu dele me veio, mas não vou fazer isso, não antes de saber o que aconteceu ontem á noite, espero que eu não tenha feito nenhuma besteira.

Procuro meu celular, mas só encontro o do Luan na cabeceira da cama, aperto o botão do iphone que em nada se parecia com meu celular/tijolo, a tela liga, havia varias chamadas perdidas, olho a hora, eram duas da tarde, nossa, a gente tinha dormido bastante, o que me deixava preocupada, isso queria dizer que fomos dormir tarde.

Percebo ele se mexer na cama e logo em seguida abrir os olhos, ele senta na cama e fala:

Luan: Bom dia.

Dou um sorriso sem graça e falo:

Alice: Bom dia.

Ele se levanta, abre as persianas e o sol invade por completo o quarto, sorrindo ele me olha e fala:

Luan: Ta com fome?

Quando ele fala, meu estomago ronca, então falo:

Alice: Bom, acho que sim.

Luan: Vou pedir algo no quarto pra gente.

Ele se dirige a pequena sala, fico sentada na cama tentando raciocinar, percebo que estou vestida em uma blusa dele, alguma coisa aconteceu e eu precisava saber, me dirigi a pequena sala onde havia uma mesa com muitas frutas, pães, sucos e iogurtes, me sento de frente ao Luan e falo?

Alice: O que houve ontem á noite?

Luan: Quer saber de tudo?

Alice: Por favor...

Disse pegando um pedaço de pão e passando margarina.

Luan: Bom, você bebeu demais.

Alice: Percebi! O que mais?

Começo a tomar um suco que de laranja que estava muito bom e que aliviava minha garganta que estava terrivelmente seca. Mas cuspo tudo quando ela começa a falar.

Luan: Vomitou em mim, te dei banho, você pediu pra me chupar, confesso que fiquei tentado, mas não permiti, pediu pra mim te penetrar forte, cantou made in the usa, assim cê mata mamãe, ficou me olhando tomar banho, me beijou, enfiou a mão dentro da minha cueca e confesso que gostei, você é uma bêbada ousada, ah deixa eu ver, pediu pra fazer amor comigo...

Ponho a cabeça entre as mãos e falo:

Alice: Ok, já pode parar, prefiro não saber do resto, ai que vergonha, eu praticamente quase te estuprei ontem á noite, ai que vexa.

Luan: Normal, você tava bêbada.

Alice: Ai senhor...

Luan: Me diz uma coisa?

Alice: Bom depois de me dar banho, acho que não ha mais nada a te esconder não é?

Luan: Você também me deseja do tanto que te desejo?

Bom essa pergunta me pegou de surpresa, abaixo a cabeça e falo:

Alice: Mais que tudo, te desejo desde aquele dia que me ajudou...

Foi o suficiente, senti ele me erguendo da cadeira, olhei pro rosto dele que sorriu maliciosamente e docilmente.  Encarei ele um pouco, sorri e disse:

Alice: O que foi?

Luan: Não vou esperar mais nenhum minuto...

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...