Mysteryous love

Sinopse
Uma história onde Bem e o Mal se tornaram amigos …

O mundo acabava de entrar em um grande conflito entre diferentes raças, um lado Vampiros, do outro Bruxos e por ultimo os Deuses. Vampiros e Bruxos ter algum contato era quase que proibido, a não ser por tratos ou amizade de longos anos em família, Deuses achavam que Vampiros e Bruxos eram tipos de criaturas que não deveriam existir por serem normalmente voltados para a escuridão e os pouco que se salvavam do caminho obscuro até o mal acabavam sumindo entre humanos de maneira que era impossível serem descobertos. É nesse momento que 5 garotas filhas de Deuses vivem juntas em busca de um trégua entre as raças, e é durante esta jornada que elas conhecem os garotos que irão leva-las ao caminho mas mortalmente perigoso que nem a imortalidade ira ajuda-las, será isso o inicio de um novo romance entre raças diferentes ?

5Likes
7Comentários
193Views

1. Capítulo 1

O mundo estava completamente sombrio. O Sol desde o nascer até o seu se por era regado por um ambiente terminantemente triste e cinzento.

Uma discórdia entre raças tinha sido iniciada, a Terra em meio aquela guerra já não era um lugar seguro para ninguém !

Era ali, onde 5 meninas foram criadas juntas e viveram durante todo o período, agora tinham entre 16 e 19 anos, porém não eram meninas comuns, elas eram de uma certa raça, elas estavam presas na escuridão da briga entre os poderosos de cada raça, e o que poderiam fazer ? O sonho de cada uma era diferente, mas havia um sonho em cada que era igual, a vontade de poder ver o Sol se pondo em um mundo mais colorido e bonito pra se viver, onde não haveriam brigas, apenas a paz, poder olhar para frente e se ver livre da tortura em que viviam atualmente.

Juntas essas garotas tinha um incrível poder que seria capaz de reconquistar a paz, porém precisariam de ajuda !

15 de Março – Ano não identificado

Yasmin e Raianne estavam no sentadas no banco do Starbucks que estava deserto, Isadora estava no banheiro e Ana e Maria estavam no balcão pegando seus cafés. Ao chegarem na mesa todas já estavam lá :

- Ok… Temos que resolver uma coisa – disse Yasmin.

- Muito seria ! – falou Ana.

- Onde nós vamos morar ? – indagou Raianne.

- Podiamos morar na casa de nossos pais… perto do Olimpo sabe… – disse Isa.

- Não – disse Yasmin – Eles são a favor do fim das outras raças e nós não – disse ela – Maria diz algo por favor.

- Papai sabia que é errado se disfarçar para espionar sua própria filha ? – falou Maria e todas olharam pra mesa ao lado.

- Jura Ares ? – falou Ana – Saimos de lá pra nos livrarmos de vocês e você vem atrás de nós ? Na boa isso cansa – disse se largando folgada no assento.

- Meninas voltem ! – falou Ares.

Foi então que uma ventania começou e raios estalaram no chão, a imagem de um homem com barba apareceu no local fazendo as meninas caírem assentadas :

- Zeus – disse Ares calmo.

- Ares – disse Zeus – Raianne você não vai ficar aqui !

- E você vai me impedir como mesmo ? – perguntou a menina tomando um gole de seu café achocolatado.

- Se você não vier eu farei deste lugar migalhas – disse alterando o tom de voz.

- Eu ajudo – disse Ares se impondo.

- Não vão nada – falou Isadora brincando com o joguinho do Iphone – blefar pra vocês é comum !

- Isadora ! – falou Poseidon atrás da garota que pulou vendo o pai.

- Quer que eu morra aos 17 anos pai ? – falou a menina alto – num me assusta não.

- Desculpe filha – disse ele – agora vamos para casa !

- Eu não vou não ! Brigada por convidar papai, muito gentil da tua parte – disse Isa.

- Vão embora daqui por favor ! – disse Ana resmungando no assento.

- Cheguei, o que eu perdi ? – falou Dioniso saindo de dentro da cozinha.

- SOOOOOMEEE – disse Ana preguiçosa.

- Cadê o Apolo ? – perguntou Poseidon.

- Aqui – disse ele entrando na lanchonete.

- Mas que saco ! – resmungou Maria – reunião de família ? Jura ? Acho que vou dar o fora – falou suspirando.

- A senhorita sentada na cadeira ! – falou Ares e viu os olhos da filha sombrios o encarar – nossa como consegue olhar assim as pessoas ?

- Ela é tua filha criatura ! Herdou as coisas medonhas de você – falou Yasmin cutucando Maria pra que ela parasse de olhar daquela maneira.

- Problemas – disse Raianne.

- Vamos meninas ! – disse Zeus.

- O CACETE DE AGULHA ! – gritou Isadora levantando e batendo com as mãos na mesa – Da pra vocês 5 darem o fora daqui e nos deixar em paz ? Mas que saco !

- ISADORA – falou Poseidon chamando a atenção da filha.

- Da pra vocês irem embora ? – perguntou Raianne.

- Olhem só para você ! Estão em uma lanchonete sem ter aonde ir, um lugar pra dormir, sem dinheiro ! O que vocês querem ? No Olimpo vocês tem tudo, moradia, amigos, família, comida… Tudo ! Não precisam se sujeitar a este mundo de humanos – falou Apolo serio.

- Pai… Silêncio ! – falou Yasmin sem paciência.

- Em quanto vocês não resolverem essa maldita guerra entre Vampiros, Deuses e Bruxos nós não vamos voltar ! – falou Maria encarando os Deuses.

- Jamais, aquelas raças são compostas de aberrações ! – falou Dioniso em tom alto.

- Aberrações porque ? Porque não foram escolhidos como divindade como vocês ? – falou Ana protestando.

- Não ! São aberrações por precisar dos outros para viver ! – exaltou Poseidon.

- Vocês precisam das pessoas humanas ! Precisam que os humanos louvem vocês para ter a imortalidade ! – falou Yasmin nervosa.

- Olha… Ela tem razão… – começou Dioniso – quero dizer… Claro que não ! Você esta maluca ! – falou ele.

- Quer saber ? E se nós nos juntássemos com vampiros ou bruxos ? – sugeriu Isadora – O que fariam ?

- Vocês deixariam de ser nossas filhas – disse Zeus serio.

- Ok então ! Vamos achar algum vampiro ou bruxo por ai ! – disse Raianne se levantando e saindo com as amigas da lanchonete.

- Se vocês derem mais um passo vão caçar briga com nós – falou Ares.

Os 10 estavam no meio da rua, o céu estava coberto de nuvens escuras e uma ventania forte, eles todos se encararam, momento de tensão no ar ! Foi então que as meninas se amoleceram, sentiram algo estranho pulsar no corpo, era uma sensação estranha e nova, que as incomodava. Isadora tremeu as pernas e paralisou, sentiu uma pressão sobre o peito e todo o ar se esvairá do corpo pela sua boca, ela sentiu que o chão havia sumido e a gravidade não existisse mais. Yasmin congelou-se, ficou parada assim como sua respiração, ela sentiu seu corpo todo endurecer como se alguém estivesse a amarrado, seus lábios estavam entre abertos a procura de ar. Maria fechou os olhos e os abriu rapidamente, ela que antes estava com as mãos fechadas agora sentia os dedos formigarem assim como seus braços e pernas, por mais que tentasse o ar lhe escapava os pulmões. Raianne cambaleou para os lados procurando seu equilíbrio, ela teve um breve devaneio de sorrisos vindos em sua cabeça, seu coração pulsou forte contra o peito, ela sentiu o sangue se escorregar pelas veias quando finalmente sentiu sua respiração ainda descompassada começar. Ana deu um passo para trás e caiu sentada, no lugar da dor que deveria ter sentido ao cair ela sentiu que a dor maior estava em seu peito, onde seu coração lutava com o pulmão para ver quem se recuperava primeiro, seu olhos brilharam e ela se arrepiou como se algo estivesse sido encostado no teu ponto fraco. As meninas se recuperaram logo em seguida e virão s pais as encarando :

- O que foi ? – perguntou Apolo nervoso.

- Vocês acham que … – começou Ares.

- Não… Não pode acontecer, pelo menos não agora – falou Zeus.

- Da pra falarem o que esta acontecendo por favor ? – falou Yasmin saindo do seu transe interno.

- Não. Pelo menos não agora – disse Poseidon.

- Vamos pra casa meninas – disse Dioniso.

- Não caramba – falou Maria.

- Venham agora ou iremos arrasta-las – afirmou em voz alta Apolo.

- Vocês não fariam isso – disse Isadora.

- VENHAM – gritou Ares e foi até Maria tentando puxa-la.

Maria se debateu e uma ventania maior veio, as meninas sentiram novamente aquele turbilhão de emoções e estremeceram, ao longe puderam ver 5 sombras andando naquela direção e então quando ainda estavam nas sombras, porém estavam mais perto, pode se ouvir :

- Acho que as moças… disseram não – disse uma voz firme.

Neste momento elas se entre olharam e tremeram :

- Largue a garota ! – afirmou outra voz.

Continua…

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...