Enquanto Você Me Amar

Adaptação da fanfic As Long You As Love Me (Contanto Que Você Me Ame), originalmente por Belieberxo. Tradução por Lavi Mitiko e correção por Marta Sena. O Bad boy Justin precisa ser ensinado. Então sua professora tem uma ideia: fazer com que ele trabalhe juntamente com a garota mais bem comportada da escola em um trabalho escolar. O que será que aconteceria se faíscas acendessem quando eles estão perto? Será que Justin e Selena vão admitir o que sentem um pelo outro?

12Likes
8Comentários
530Views

1. O Plano

Prólogo:

-Entre, Justin- O Sr. Kingston chamou com a voz entediada. Ele estava acostumado com os atrasos de Justin. Na verdade, ele nem espera mais pelas batidas na porta.

A porta se abriu e um menino extremamente lindo surgiu, com olhar entendiado assim como o do Sr. Kingston quando o pediu para entrar. -Sr. Kingston,- Ele acenou enquanto se sentava na cadeira oposta a principal. Ele inclinou-se para trás na cadeira, o seu cabelo cor de bronze brilhava. Os seus olhos castanhos-claros dançavam à luz do sol. Ele rolou os olhos e bocejou alto, fazendo o Kingston encará-lo.

Sr. Kingston apertou os punhos, obviamente frustado com as maneiras do garoto. Ele contou até dez mentalmente e então suspirou alto. -O que você fez dessa vez, Justin?-

-Joguei bolinhas de papél na cabeça dos meus colegas de classe.- Justin respondeu com seu sorriso maroto.

Kingston passou a mão por sua cabeça quase careca e olhou para o menino cansado. -Jogando bolinhas de papél em quem?

-Na menina Gomez.- Seu tom era amargo e zangado enquanto ele falava seu rosto perfeito se transformou em uma carranca furiosa.

-Você quis dizer Selena Gomez?- O tom do senhor Kingston se tornou um pouco mais suave. -Ela é uma exemplar aluna A e muito bem-comportada. Ela tem o futuro brilhante pela frente, ao contrário de você, neste momento. Ao invés de dizer e fazer coisas desagradáveis para ela, você deveria tentar aprender com ela.-

Justin bufou e virou sua cabeça para a janela. -Como eu gostaria de aprender alguma coisa com ela.-

-Justin. Você está na minha sala. Obviamente, vocês dois não estão se entendendo muito bem, mas ambos terão de aprender a respeitar um ao outro!-

-Como isso vai acontecer- Justin murmurou baixinho, mas o diretor  Kingston ouviu alta e claramente.

 -É o que eu estou tentando explicar!- Kingston bateu na mesa. -Eu não posso te punir mais, porque você sabe que suspensão não vai funcionar. Justin, eu odeio tanto -desistir- de um aluno, mas não tenho outra escolha. Considere esse o último aviso.-

-Último aviso?- Justin arqueou a sobrancelha.

-Para a expulsão- Sr. Kingston respondeu sem rodeios.

Justin esfregou os olhos e levantou-se, colocando suas mãos nos bolsos. -Obrigado, diretor K, bom falar com você.- E com isso deixou a sala.

Sr. Kingston beliscou o nariz e contou até dez, tentando acalmar sua frustação.

Mas antes de chegar ao dez, ele foi interrompido. -Hm... Diretor Kingston?-

O senhor Kingston olhou para cima e se deparou com um homem alto, que aparentava ter cerca de quarenta anos, com óculo grandes, que vestia um terno.

-Sim, Senhor Anderson?- Ele perguntou olhando para o professor de história.

-Bem, eu só estava passando, mas não pude deixar de ouvir a sua conversa com o Sr. Bieber-, Senhor Anderson hesitou como se o diretor pudesse mordê-lo.

-Sim... E?- Kingston perguntou desconfiado.

-Eu acho que posso ter a solução perfeita para o Sr. Bieber. Isso pode levar algum tempo, mas tenho certeza que isso vai colocá-lo na linha.-

-Vá em frente...- O Sr. Kingston não fazia ideia do rumo da conversa.

-Bem, você tem a permissão para experimentá-lo... Vamos ouvi-lo depois.- O diretor Kingston retirou seus óculos e focou no professor.

-O Sr. Bieber e a Srta. Gomez estão na minha turma de história e eu estou planejando atribuir um novo projeto na aula.-

-Vá em frente...- O Sr. Kingston ainda não fazia ideia de onde essa conversa chegaria.

-Bem... Esse projeto envolve trabalho em duplas, então um menino e uma menina, e ambos tem de criar juntos um seminário sobre a história da Austrália...-

Kingstou o interrompeu. -Mas o que isso tem a ver com o Justin?-

O senhor Anderson levantou a mão, -Deixe-me terminar. Eu coloco-o com Selena Gomez. Ela pode ensinar-lhe uma lição ou duas, eu suspeito.-

-Hm...- Disse o Sr. Kingston pensativo passando a mão em seu queixo. -Você está totalmente otimista com esse trabalho?-

-Estou bastante confiante em que isso possa ajudar Justin a ver o mundo de outra maneira.-

O Sr. Kingston balançou a cabeça e considerou essa hipótese por alguns minutos. -Muito Bem. Você pode seguir em frente com a ideia de mudar Justin. Não crie esperanças, no caso de o plano não funcionar...- Kingston sumiu.

-Não se preocupe, não vou desapontá-lo. Vale a pena tentar, não é?

Embora Kingston colocasse pouca fé no seu colega, suas ideias para tornar Justin uma pessoa melhor já haviam se esgotado.

-Okay, Eu vou lhe dar uma chance. Mas se nada mudar, o menino sairá dessa escola em um piscar de olhos.- Kingston concluiu e arqueou a sobrancelha.

-Claro. Obrigado, Senhor!-, Sr. Anderson assentiu com a cabeça gratificantemente. E com isso, ele agarrou sua maleta e se retirou.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...