Pra te fazer lembrar

Mikaella e Ketlin são apenas duas jovens comuns que sonham encontrar um amor de verdade, mas até esse amor verdadeiro chegar, elas duas vão ter que enfrentar vários golpes da vida. Mas uma questão fica no ar: Será que uma grave perda de memória irá acabar com esse amor verdadeiro?

23Likes
28Comentários
23656Views
AA

35. Where do broken hearts go?

Niall POV On

Assim que Rodrigo some de vista, resolvo subir para meu quarto esfriar um pouco a cabeça antes de descer novamente e ficar com o pessoal. 

Assim que entro no quarto, bato a porta com toda a força e me sento na minha cama. Pode passar o tempo que passar mas parece que eu e Rodrigo nunca vamos deixar essa história para trás. Eu sei que errei e muito, e só hoje, estando com a Ketlin, eu entendo o lado dele e sei que não suportaria nenhum tipo de traição. Desculpas são apenas palavras por um ato não pensado.

Rodrigo quer me mostrar o que sentiu quando eu fiquei com a namorada dele, mas vejo a repulsa que Ketlin sente toda vez que ele se aproxima de nós, sei que independente do que houver, se Rodrigo tentar algo com ela, Ket saberá se afastar.

Mal sabia eu o que me esperava.

Depois de um tempo, vejo que já faz alguns minutos que estou aqui. Respirando fundo, me levanto e resolvo descer. Preciso falar com a Ketlin, que deve está curiosa até agora. Chego na cozinha e vejo que está vazia, percebo minha cerveja quase vazia próximo á pia e resolvo pegar outra. Não fará mal.

- Vocês ainda estão nesse jogo? - Pergunto assim que me aproximo da roda onde todos estão jogando. Louis me olha de cima, onde estou em pé ao lado dele e logo responde:

- Se você tiver ideia de algum outro jogo mais divertido...

Finjo pensar por um tempo e enfim dou de ombros.

- Acho que só conheço esse - olho ao redor e não vejo Ketlin em lugar nenhum - Vocês viram a Ketlin?

- Ué, eu pensava que ela estaria com você - Mika fala com a testa franzida. 

- Não vejo ela desde que você entrou lá dentro com o Rodrigo. Aliás, nem vi ele ainda também - Liam fala e o encaro ao mesmo tempo em que ele fala o nome Rodrigo.

- Como assim? Será que ele... - Não termino de falar, jogo a garrafa de cerveja no chão e vou procurar por Ketlin, aonde quer que ela esteja.

- Acho melhor ele fazer isso sozinho.

Olho de reflexo e vejo que Mikaella ia me seguir mas Harry deixou eu ir sozinho.

Rodrigo me paga se estiver ido atrás de Ketlin logo depois da nossa discussão. Só em pensar em suas mãos tocando nela me provoca repulsa. 

Resolvo olhar dentro de casa primeiro, mas assim que piso no primeiro cômodo ouço a voz de Ketlin e a sigo imediatamente. Sei que ela não está sozinha.

Antes de chegar no lugar onde ouvi-la, meu celular vibra e vejo que é um número desconhecido. Seja quem for, vai ter que esperar.

Volto a andar, mas paro no mesmo instante em que vejo Rodrigo puxando Ketlin para um beijo. Primeiramente nem eu entendo o motivo por ter parado para olhar uma cenas dessas. Acho que por esperar a única reação de Ketlin, da qual eu achava que ela iria ter, se afastar imediatamente e em seguida gritar com ele. Percebo que fico mais apreensivo e começo á caminhar em direção aos dois depois de uns três segundos sem Ketlin se afastar e continuar beijando-o. Não aguento, sinto uma pequena lágrima estupida descendo do meu olho esquerdo antes de dizer o nome da pessoa á qual eu confiei meu amor esse tempo todo.

- Ketlin.

Ela se assusta no momento em que ouve seu nome e logo se desfaz do beijo com Rodrigo. Se vira na minha direção e espera um pequeno tempo antes de saber o que falar. 

- Niall, por favor...

- Como você pôde? Logo com ele Ketlin? Logo com a pessoa que você sabe que não gosto e até você mesmo pareceu sentir repulsa?

- Desculpa aí loirinho, mas a repulsa não apareceu em nenhum momento nesses últimos segundos.

Olho para ele sentindo um ódio tomando meu corpo. Ketlin também se vira e seu corpo treme.

- CALA BOCA! SAI DAQUI, VOCÊ NÃO ACHA QUE JÁ CAUSOU DEMAIS NÃO? NINGUÉM TE QUER AQUI. VOCÊ É INDESEJADO RODRIGO. ACORDA!

- Acho que isso não se dá á você, até porque acabou de retribuir meu beijo - ele diz tudo isso rindo dela e da minha cara também.

Ela retribuiu o beijo dele. Vi com meus olhos, mas ouvi a afirmação é muito mais pior. A cada momento sinto mais dor e raiva. Só quero saber o porquê.

Ouço um som de tapa e interrompo meus pensamentos. Ketlin acabou de dar um tapa na cara de Rodrigo. Tapa do qual Rodrigo fez uma careta de dor e imagino que não foi nada suave.

- Vou falar devagar para ver se você entende: Eu tenho pena de você. Nada mais do que isso. Eu amo o Niall e você não vai mudar isso. - lágrimas escorrem de seus olhos e vejo que está tremendo por causa do choro e não da raiva. Claro, até por quê ela teria raiva do que ela estava fazendo?

Reviro os olhos e começo a andar em direção oposta á eles. Ouço Ketlin atrás de mim.

- Por favor Niall, preciso falar com você. Eu te amo, você não sabe o que aconteceu.

Viro com tudo, já gritando com ela.

- Me ama? Você pelo menos sabe o que é amor? Ketlin não venha me dizer que eu não sei o que houve porque tive a chance de pegar os dois se agarrando, e você - aponto o dedo em seu peito - retribuindo o beijo. Você teve a chance de se afastar, de bater nele, mas de tudo isso, você resolveu apenas continuar, retribuir. Agora você quer me dizer que me ama e foi tudo invenção da minha cabeça. - Balanço a cabeça abaixando o tom - Não perca seu tempo.

Me viro novamente, e sinto seu toque em meu braço.

- Niall...

- Acabou Ketlin, de todas as coisas que você poderia ter feito e eu ter perdoado, traição não está na lista. - Digo tudo sem olhar para ela, apenas sinto sua mão me segurando, que logo em seguida me solta, deixando eu sair daquele lugar. Daquela mentira toda da qual eu pensava que era minha felicidade. Ketlin me magoou da pior forma possível. Me deu a felicidade que sempre sonhei e em segundos me tirou tudo, me deixando apenas com meu coração partido.

Todos esses anos nunca quis nada com ninguém pois a dor de um coração partido é a maior dor de todas, mais do que perder alguém querido ou até mesmo ter um osso quebrado. Estamos totalmente exposto á alguém que tem total controle sobre nosso sentimento e essa pessoa pode escolher nos fazer feliz ou acabar com nosso mundo. 

Quero sumir, não quero ninguém por perto, apenas quero ficar sozinho com minha dor. Longe dela e de todos olhares de penas ou pessoas falando que tudo ficará bem mesmo sabendo que é mentira. Ketlin sabe o que fez e eu sei o que vi. Nada mudará isso. Agora, só preciso saber: Onde corações partidos vão?

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...