Pra te fazer lembrar

Mikaella e Ketlin são apenas duas jovens comuns que sonham encontrar um amor de verdade, mas até esse amor verdadeiro chegar, elas duas vão ter que enfrentar vários golpes da vida. Mas uma questão fica no ar: Será que uma grave perda de memória irá acabar com esse amor verdadeiro?

23Likes
28Comentários
23562Views
AA

40. Convite

Mikaella POV On

- Satisfeito? Agora ela vai saber quem estava no outro lado da linha - me levanto em um pulo.

- Que nada. Ketlin também não virou adivinha.

- Ah, é que você não conhece minha amiga. Agora ela vai me encher de perguntas que não sei se vou saber esconder.

- Mika, você prometeu pra mim que ia ficar quieta. Agora tem que cumprir. - balanço a cabeça. Se Ketlin souber que estou ajudando o Niall a saber como ela está, vai ficar chateada comigo. Explico isso para ele.

- No final, eu vou contar tudo para ela, que eu que te obriguei a me ajudar.

- E você já decidiu se vai perdoar ela? - solto um sorrisinho malicioso pra ele, que fica totalmente vermelho. Se levanta e tenta rodear o assunto.

- Só estou aqui para saber como ela está, já disse. Ainda não sei o que pensar sobre aquele... beijo. - Niall começa á prestar muita atenção em abajur do quarto. Ele não me engana.

- Agora que você já soube como ela anda, e pela a boca da própria, o que você vai fazer?

Niall coloca a abaju no mesmo lugar, se vira para mim e respira fundo.

- Na verdade nem eu sei. Você acha que é capaz dela não voltar mais para Londres?

- Se for para o bem da mãe dela, creio que sim.

Ficamos os dois em silêncio. Niall sabe que se Ketlin realmente ficar no Brasil, as chances de eles voltarem são pequenas, ainda mais por que sabemos que ambos não dará o braço á torcer.

- O que realmente houve no dia em que... Você sabe - ele não consegue terminar a frase, mas logo entendo.

- Acho melhor sentar porque a história é um pouco longa.

Niall senta ao meu lado e começo á contar o que houve no dia em que saiu.

-Assim que você saiu, Ketlin se trancou no quarto e não queria falar com ninguém, na verdade, ela só falou com o Louis. Ele conseguiu acalmar ela. Enquanto eu e os meninos esperávamos por ela na sala, meu telefone tocou e foi onde eu soube que o pai dela tinha falecido. Assim que recebi a notícia, não deu tempo nem de eu pensar a respeito, ela apareceu com um meio sorriso com o Louis e assim que viu minha cara e dos meninos de assutados, percebeu que tinha algo de errado. 

- Aliás, ele morreu de quê? - Niall pergunta

- Acho que ele teve um infarto. - Niall assente e eu continuo - Assim que Ketlin soube, ela entrou em um estado de não aceitação. Chorou por horas e ninguém sabia mais o que fazer, até falarmos com a D'Ávilla. É claro que ela sabia de tudo mas como ninguém conseguia falar com ela, tivemos que esperar ela chegar. Quando D'Avilla chegou, Ketlin correu para abraça-la e percebemos que o melhor a fazer seria deixar as duas sozinhas. E foi isso, depois de um tempo conversando, Ketlin decidiu voltar para o Brasil, acompanhar tudo por lá, e quem sabe, depois disso tudo, voltar para cá.

Assim que terminei a história, Niall estava com os cotovelos apoiados nas pernas e a cabeça baixa. Observei pela primeira vez sua aparência. Olheiras profundas, roupas amassadas e está usando uma touca, certamente porque seu cabelo não está tão domado. Niall realmente está abatido e me parte o coração vê-lo assim. Lembro dele com aquele sorriso no rosto, sua confiança inabalável e seu jeito palhaço. Essa pessoa que está aqui no meu quarto parece o pior lado dele, aquele lado que nunca vi. Niall tenta parecer forte mas está longe disso e o pior é que ele não admite.

- O que você sente pela Ketlin? - resolvo perguntar mesmo que ele não responda.

- O quê?!

Reviro os olhos pois sei que ele entendeu.

- Se você não a amasse você não teria vindo aqui assim que soube que Ketlin voltou para o Brasil. 

- Não é fácil esquecer uma pessoa em menos de uma semana. - ele diz sem olhar para mim

- Não estou falando isso Niall, só quero mostrar para você mesmo que querendo ou não você se importa. Independente do que houve, você se importa e está sofrendo assim como ela.

- Você realmente acha que ela está sofrendo igual eu? Acho que a morte do pai dela fez com que ela se esquece nosso término.

Bufo. Como ele pode pensar isso?

- Você não viu ela perguntando sobre VOCÊ na ligação á minutos atrás? Como você não vê as coisas que estão bem no seu nariz? - Me aproximo mais dele e ponho minha mão em seu ombro fazendo com que ele levante a cabeça e olhe para mim - Você pelo menos sabe o que realmente houve para acontecer aquele beijo? Niall, a Ketlin te ama, ela não fazeria isso sem nenhum motivo.

- Não sei Mika, quando vi ela nos braços do Rodrigo, retribuindo o beijo, toda minha insegurança se tornou real e me questionei sobre tudo relacionado á ela, e não vou negar, o ciúme também ajudou e a única saída que encontrei foi me afastar, me afastar daquela cena e principalmente de Ketlin. Quando fui dormir a noite, me veio ela na cabeça e foi onde percebi que não seria tão fácil apagar esse sentimento. - Finalmente ele admitiu e quando abro a boca para responder isso, meu celular toca, fazendo com que esqueça do papo com Niall.

- Humm... Eu vou... - Começo mas Niall logo entende.

- Pode deixar, estou descendo - Ele sorri amigável e sai me deixando sozinha.

- Alô? - Meu coração está saindo pela boca quando atendo. O está acontecendo comigo?

- Oi linda. Tudo bem por aí?

- Olá, claro Tay, e com você?

- Melhor agora. Então, queria saber... Quer saí comigo? 

OMG! Ele está mesmo me chamando para um encontro? Na verdade não é um encontro, mas já é algo. Ai meu Deus...

- Se você não quiser eu entendo... - Ele diz depois que fico sem responder por um tempo.

- Ahn...não, só estava pensando besteira. Posso sim, na verdade adoraria.

- Então combinado, passo aí em 1 hora. - Depois disso nos despedimos e vou procurar algo para vestir.

Sinto como se tivesse milhares de borboletas no estômago, minha boca está seca e realmente não sei o que está havendo comigo, até por que é só um encontro e é o Tay, acho que não passa de amizade. E claro, também tem o Harry, não sinto o mesmo por ele do que ele por mim mas com o tempo espero retribuir. Não quero iludir ele e muito menos o fazer sofrer. Mas por enquanto... Vamos curtir um pouquinho.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...