Story of Larry Stylinson

Larry Stylinson, para o mundo era apenas a amizade e um bromance qualquer, para os colegas de banda de Louis e Harry, era amor verdadeiro e Liam, Niall e Zayn estavam certos. Mas, Modest! Management, uma grande empresa que cuida do sucesso e imagem dos artistas, descobriria o que acontece em Louis e Harry? A resposta era que sim. Separados por uma empresa, eles aceitariam isso?

11Likes
5Comentários
532Views
AA

3. 3. Back

 

 - Oi, Harry. - falou Louis.

 Abracei ele o mais forte possível e senti minhas lágrimas caírem em suas costas. Louis entrou em casa, sem se soltar do nosso abraço, e fechou a porta com o pé. Parei nosso abraço e Louis me beijou. Eu sentia minhas e as lágrimas dele caindo do rosto. Paramos o beijo por falta de ar e Louis disse:

 - Hazz, eu precisava disso. Eu necessitei. Eu só queria isso. Eu só queria você.

 - Louis. - falei - Eu...

 Fui interrompido por Louis pegando meu braço devagar e olhando meus pulsos cortados e com cicatrizes.

 - Louis...

 - Harry, por que fez isso? - perguntou Louis.

 Eu não sabia como responder aquilo. Apenas olhei para o Louis e ele me olhava de um modo triste.

 - Não precisava fazer isso, Hazz. - falou Louis.

 - Me desculpe, Louis. - falei.

 - Tudo bem, só não faça isso de novo.

 - Okay.

 Ele riu e me deu um selinho que me fez sorrir. Ele riu e pegou no meu braço.

 - Vem, vamos ficar na sala. - falou Louis, com a voz calma.

 Ele me conduziu até a sala e pegou o controle da TV. Nos sentamos no sofá e ele perguntou:

 - Então, o que desejas assistir?

 - Não sei. Deixe-me ver. - falei.

 Peguei o controle da mão de Louis,  cliquei no botão Lista e apareceu a lista de gravação dos filmes e séries que vejo e tinha a pasta de The Big Bang Theory.

 - Quer ver? - perguntei.

 - Quero. - respondeu Louis.

 Cliquei na pasta e cliquei no "4ª temp. Ep. 6 - The Irish Pub Formulation" e ficamos ali, sentados, assistindo. Louis me pegou e me colocou em seu colo, fazendo eu sentir seu cheiro e o calor do corpo dele. Louis estava quente demais para um dia com neve. Talvez seja o casaco dele, as luvas e o cachecol que ele estava usando. Eu o olhava enquanto ele assistia The Big Bang Theory. Ele me olhou, sorriu e me deu um selinho.

 - Sabia que te amo? - perguntou Louis.

 - Não. - respondi, rindo.

 - Agora sabe.

 - Pois é. Mas, e a Modest? O que fez com ela para conseguir vir aqui?

 Ele riu do que falei em relação a Modest e ele disse:

 - Bom, eles queriam que eu ficasse nas férias com a Eleanor, mas ela falou que não me aguentava e me mandou sair para onde eu quisesse nessas folgas.

 - A irrite todos os dias. - falei, com aquela carinha fofa de curioso que eu tinha, que o Louis falava.

 Louis riu daquilo e se levantou comigo no colo.

 - Vai lá. Vai se trocar para nós dois irmos no Starbucks Coffee. - falou Louis, me colocando em pé e me dando um selinho demorado.

 Fui correndo para o quarto e coloquei meu casaco preto, meu cachecol, minhas luvas e coloquei meu sapato, já que eu já estava com as meias. Peguei meu celular e fui para sala e vi Louis colocando as luvas. Ele foi até mim e me abraçou.

 - Te amo. - falou Louis.

 - Também te amo. - falei.

 - Que dia é hoje?

 - Sexta-feira, 13.

 - Sexta feira 13... É hoje que o capeta vai sair dançando arrocha do inferno. - ele falou, com uma cara demonstrando medo- socorro, meu Deus.

 Comecei a rir dele e dei um beijo nele. Ele sorriu e foi me abraçando até o carro.
 

 Pov. Eleanor
 

 Cara, eu acho estou apaixonada por aquele gay, o Louis. Super lindo, mas é irritante. Eu não iria aguentar ver ele com aquele viado das calças rasgadas. Eu não aguentaria ver os dois abraçados ou se olhando, eu juro. Eu estava no Starbucks Coffee e era sexta-feira, 13. Mas, não acredito que tenha algo de mal até acontecer comigo e nada aconteceu ainda comigo.

 Olhei para a porta e vi Louis e Harry entrando na loja. O que eles faziam aqui? Sai dali e fiquei lá fora. Eles saíram, um com um copo na mão e Louis falou:

 - Eleanor?

 - Louis? - falei, como se não tivesse visto ele.

 - Eleanor? - perguntou o viado das calças rasgadas.

 - O que fazem aqui? - perguntei.

 Louis entrou no carro com o Harry e foram embora. Eu não acredito que eles dois estavam juntos de novo, escondendo. James deve saber. Dei uma risadinha e fui correndo para o carro.

 Cheguei na Modest e vi James indo para sala.

 - James! - falei, correndo. - James!

 Alcancei ele e ele me viu.

 - Oh, olá, senhorita Calder. - ele falou.

 - James, preciso falar com você. - falei.

 - Sobre?

 - Louis. Louis e Harry.

 - O que eles aprontaram dessa vez?

 - Os dois saíram juntos.

 - Aonde?

 - Starbucks Coffee. Eles foram embora no carro do Louis. Eu não sei para onde eles foram.

 - Espere, eles mostraram carinhos e beijos lá?

 - Eles estavam rindo e conversando um com o outro. Olhavam apaixonados. Pareciam um casal.

 - Pra você? Está gostando do Louis Tomlinson, senhorita Calder? - ele falou, rindo e cruzando os braços.

 Sai batendo os pés no chão e fui embora para casa. Talvez James esteja certo. Eu estara gostando de Louis, talvez.
 Pov. Harry

 - Louis, foi uma má ideia termos saído. - falei, trancando a porta de casa.

 - Pare de falar isso, Harry. Pouco importa, Eleanor. - falou Louis. - Vem, vem pra cá.

 Fui até ele e ele pegou na minha mão até o meu quarto e se deitamos, ele mexia em meus cachos e eu acariciava a barriga dele por cima da blusa branca que ele vestia. Ele beijou minha testa e senti um arrepio correr por todo meu corpo. Eu me senti completo com Louis ali, Louis me deixava mais calmo. Me fazia sentir vivo. Eu tenho pena das Larry Shippers, por que? Porque elas podem estar achando que não nos importamos com elas, mas amamos elas. Elas não tem preconceito com homossexuais.

 Ouvi Louis começar a cantarolar uma música e perguntei:

  - Que música é essa?

 - Uncover, Zara Larsson. - ele respondeu - Eu andei vendo uns vídeos das Larry Shippers e encontrei essa música em um desses vídeos. No começo, ela diz algo como "Ninguem vê, ninguem sabe. Nós somos um segredo, não podemos ser expostos. É assim que é, é assim que funciona, Longe de todos, perto de nós" e achei perfeita. Me lembrou nós dois. 

 Sorri e continuei ali, mas só que me senti melhor. Mais feliz. Louis estava me olhando e eu estava fazendo o mesmo. Ouvi a campainha sendo tocada e falei:

 - Louis, eu já volto.

 - Okay, Hazz. - ele falou.

 Me levantei da cama e fui até a porta. Olhei pelo olho mágico e vi Liam e Zayn na porta. A abri e Liam perguntou:

 - Posso falar com você?

 - Pode. - respondi.

 - O Louis está ai? - perguntou Zayn.

 - Está. - respondi.

 - Precisamos falar com os dois. 

 - Sobre...?

 - Queremos falar sobre Ziam Mayne - falou Liam - e sobre a Modest.

 Continua...

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...