Believe


5Likes
3Comentários
1239Views

4. 4

O jantar tinha sido perfeito e estava-mos todos cada vez mais felizes, só o pobre do Harry continuava sozinho.

O Zayn começou a ter ideias depois daquele jantar virou-se para a Sara e disse:

-E se nós marcasse-mos a data do nosso casamento?

-o que? ( ela ficou surpresa)

-Sim se marcasse-mos a nossa data de casamento.

-Claro que sim, sim ,sim siiiimmmmmmmmmm.

É claro que a Sara estava toda maluca com a ideia de se casar, mas o que se pode fazer, não é?

O Zayn e a Sara não se largaram durante o resto da noite a pensar como seria o casamento, o Liam e a tininha, estavam a aproveitar, e faziam bem, o Louis e a Eleanor ja se tinham ido embora , o Harry estava a meter conversa com a empregada do restaurante e eu e o Niall estava-mos ao pé do carro a olhar para as estrelas quando ele me disse:

-Tu estás feliz?

-é CLARO que sim, mas porque.

-Por nada só te queria ver feliz, mais nada.

-ok.

-E se fosse-mos a tua casa buscar as tuas coisas para vires morar comigo?

-EU não quero ir depressa de mais.

-Desculpa, eu não te devia pressionar.

-Não é isso é só que eu quer ter a certeza que não estou a sonhar demasiado alto.

-Não te preocupes em sonhar demasiado alto, porque se caíres, eu apanho-te.

-És mesmo querido.

-Eu sei.

E de repente ele dá-me um beijo mesmo intenso.

Depois eu e o Niall fomos para casa e ele insistiu que eu ficasse com ele, assim a tininha e o Liam iam estar mais a vontade, caso fossem para a minha casa.Eu não podia dizer que não depois de ele ter usado aquele argumento, e eu fui com ele, nós entramos para o carro e quando chegamos a casa o Niall perguntou:

-O que se passa?

-Porquê?

-Tu estas estranha, pareces triste e passas-te o jantar todo calada o que não é normal porque tu estas sempre a rir.

-Tu conheces-me mesmo bem.

-Mau era se não soubesse ver quando a minha menina esta triste. Vá lá diz-me o que se passa.

-Ok eu conto, eu estou um pouco triste por causa do Harry,ele fo jantar connosco e ele esteve a fazer de vela e eu percebi que ele estava triste e eu não pode fazer nada, e isso custa e põe-me triste.

-E se eu te tentar animar?

-Mas como?

-Vamos acampar para o jardim e eu canto para ti, vemos as estrelas...

-Ok.

Nós fomos para o jardim acampar, o Niall fez uma fogueira e senta-mo-nos ao pé dela a ver as estrelas, quando ele me abraça e diz:

-Se tu quiseres podemos ajudar o Harry, mas primeiro eu quero passar o maior tempo possível ao pé de ti e a amar-te.

-Eu por mim passo o resto da minha vida contigo se tu deixares.
-É claro que eu deixo.
-Tu és mesmo especial.
-Tu também e acho que momentos como este vão ficar para sempre no nosso, coração, eu tenho um presente para ti.
O Niall tirou de trás do cobertor um ramo de rosas e um colar em forma de coração com uma foto nossa lá dentro.
-É lindo.
-Eu ajudo-te a coloca-lo .
Eu não sabia porque mas o Niall fazia com que eu me sentisse bem, bonita e sem ser julgada por não ser a rapariga perfeita para ele, e mesmo eu sendo baixa, um bocado gorda e não tenho beleza nenhuma, ele amava-me e isso deixava-me feliz.
-E se eu cantasse para ti?
-E não te importas?
-Claro que não estou a ver que estas mais animada e tudo.
O Niall começou a cantar para mim e eu sem saber porque já estava a cantar com ele, quando ele para e só continua a tocar e me diz:
-Tens o talento de cantar e não dizias nada?
-Eu não canto só quando me distraio mas eu não sei cantar.
-Não digas isso porque tu sabes que não é verdade.
-Ok até podes ter razão e eu saber cantar mas agora vamos aproveitar este momento.
-Tens,razão temos que aproveitar, mas o que é que se passa tu estas a tremer.
-Não é nada deve ser só frio. O Niall da-me o cobertor dele e eu digo:
-Mas assim tu é que vais ficar com frio.
-Não te preocupes.
-Preocupo si  eu não quero o meu príncipe doente, o cobertor é grande e dá para os dois vens para o pé de mim e nem que tenhamos de dormir colados um ao outro.
-Tu estas sempre preocupada em que eu não fique doente, sempre preocupada em que eu esteja feliz, é por estas pequenas coisas que eu te amo.
O Niall veio para o pé de mim e deu-me um beijo, deita-mo-nos na relva a olhar para as estrelas e acabamos mesmo por adormecer colados um ao outro, enquanto o Zayn e a Sara...
O Zayn e a Sara tinham saído mais cedo do jantar e foram para casa.
-Sara, amanha marcamos a data do nosso casamento.
-Ok, amanha.
-Sara o que vais fazer amanha?
-Não sei porque?
-Porque eu vou trabalhar e não me apetecia nada deixar-te sozinha.
-Não te preocupes que eu vou até a casa da Júlia com  a tininha e ficamos lá ou vamos as compras e qualquer coisa eu ligo-te.
-Ok então.
Nisto o Zayn agarra a Sara e da-lhe um beijo e depois diz:
-Nós vamos casar, eu amo-te tanto, tanto, mas tanto.
Depois disto é possível imaginar o que aconteceu a seguir.
O Niall tinha razão quando me disse que o Liam e Tininha deviam ir para minha casa e foram mesmo.
-Tininha, eu posso perguntar-te uma coisa?
-Claro o que é?
-Mas por favor não fiques chateada.
-Não mas o que é?
-Porque é que tu vieste para Londres.( O Liam não devia ter perguntado aquilo)
-Porque tal como a Júlia e a Sara vieram para realizar os sonhos delas e conhecer os heróis eu vim fazer o mesmo.
O Liam conseguiu perceber que aquela pergunta foi mal feita.
- Desculpa esta pergunta foi mal feita.
-Está tudo bem, tu tinhas o direito de saber.
- Queres casar comigo?
-O que?
-Sim queres casar comigo?
-Mas tu só me conheces há 1 mes e começamos a namorar hoje.
-Isso não interessa eu amo-te e eu acho que tu também me amas por isso .
-Mas...
-Não é mas o amor não escolhe tempo nem lugar.
-Então SIM SIM SIM SIM.
No dia seguinte eu e o Niall acordamos, quer dizer ele tentou não me acordar, quando ia trabalhar.
-Ias embora sem te despedires?
-Não só que estavas a dormir e ainda é cedo para eu ir.
-Ok.
-Mas não seja por isso ( e da-me um beijo) podemos ir os dois para dentro e ter uma despedida em grande.
-Niall.
-Estava a brincar, mas é melhor irmos para dentro parece que vai chover e tu tinhas de ir ter com a Sara buterfly.
-Pois é.
Nós fomos tomar o pequeno almoço e o Niall levou-me a casa da Sara e antes de me deixar lá fez questão de se despedir de mim.E eu fui embora e o Zayn foi com o Niall trabalhar.
-A Sara esta lá em cima Júlia podes subir.
-Até logo buterfly.
-Obrigada Zayn e até logo meu príncipe encantado.
Eu fui ter com a Sara e um pouco depois chegou a tininha, nós fomos para o pc e recebemos um mail a dizer que podia-mos lançar a nossa própria linha de roupa.
´Nós ficamos mesmo histéricas com a noticia, um dos nossos sonhos prestes a tornarem-se realidade. Nós começamos a combinar tudo e é claro que ligamos aos rapazes para contar a novidade, e marcamos um almoço todos juntos para explicar o que tinha acontecido.
Os rapazes disseram para nós irmos ter com eles a editora, e nós fomos, quando chegamos lá fomos super bem recebidas e os rapazes fizeram questão de nos apresentar os músicos, como o guitarrista, baterista, e os outros, estava tudo bem até chegar-mos ao baterista, qual não foi o meu espanto ao ver o Josh Devine como baterista, não era uma cisa do outro mundo mas eu já o conhecia e as coisas não tinham corrido bem entre nós, era-mos os melhores amigos em miúdos e ele tinha-se apaixonado por mim, o que umas ferias em Londres não fazem, e eu fiquei com a esperança que ele não se lembra-se de mim, mas quando ele vinha ter comigo o Niall disse:
-Há Josh esta é a Júlia a minha noiva.
O Niall tinha de ser tão directo, eu percebi que o Josh tinha ficado um  bocado triste e eu não sei porque também fiquei.
-Eu já a conhecia Niall.
-Mas como?
-Eu conheci o Josh quando tinha 10 anos e vim com os meus pais a Londres e me apaixonei por esta cidade.
-Eu e a Júlia era-mos os melhores amigos.
-Que bom buterfly já conheces mais alguém em Londres.
"Que bom" isso era porque ele não sabia da história a metade, eu é que fiquei numa situação complicada quando o Niall disse para eu e o Josh pormos a conversa em dia.
O Niall foi ter com os rapazes para verem onde ia-mos almoçar e eu fiquei a falar com o Josh.
-Então, eu , não sei bem o que dizer e tu estas diferente, também passaram alguns anos.
-Tens razão princesa.
-Por favor Josh não aqui nem agora, eu já não sou aquela princesa querida e apaixonada que tu conheceste, agora sou mais buterfly e abri as minhas asas para voar.
-Eu não acho que tenhas mudado em nada, para mim continuas a mesma, espera só muda o facto de teres vindo morar para Londres, estares noiva do Niall, quando chegaste não me teres procurado, e eu não saber do teu noivado com o Niall.
-Por favor Josh, nós tinha-mos 10 anos e alem disso como é que eu te ia procurar se nem sabia onde tu moravas?
-Podes ter razão nisso, mas não invalida o resto. O Niall sabe da nossa "história".
-Não e nem vai saber por enquanto e tu não lhe vais dizer nada.
-Mas porque?
-Josh tu lembras-te por acaso do estado em que eu voltei para portugal da ultima vez que nos vimos? Tu lembras-te do que tinha acontecido nesse ano? Ao que parece não porque não farias essa pergunta.
-Logo à noite tu e eu vamos falar.
-Mas como?
-Niall podes chegar aqui por favor?
-Claro Josh. O que se passa?
-Eu já não via a Júlia a muito tempo e estava a pensar se logo a noite a deixavas ir lá a casa só para os meus pais a verem eu prometo que a levo inteira para casa.
-Ok, mas tens de a trazer antes das 11 porque eu tenho uma surpresa para ela.
-Claro.
Pronto era agora que eu estava tramada, o Josh disse que me ia buscar a casa do Niall por volta das 7 e o Niall é claro que disse que sim.
Eu já não aguentava aquela pressão de estar a esconder ao Niall uma coisa tão importante e sai a correr para fora do estúdio e o Niall veio atrás de mim.
-O que se passa?
-Nada so estava um pouco de calor lá dentro, vamos almoçar?
-Sim, mas, tu estas mesmo bem?
-Sim, podes chamar o resto do pessoal para irmos?
-Claro.
-Niall onde é que vamos almoçar?
-Ao Nando's .
-Ok.
O Niall foi chamar o resto do pessoal e eu, a Sara e a tininha fomos no meu carro e o Niall, o Zayn, Louis,Liam e Harry foram no carro do Niall. Má escolha a minha de ter ido com as raparigas.
-Então Júlia tu e o Josh estavam a dar-se muito bem.
-Tininha não entres por ai.
-Porque?
-Sara tu também não.
-Vá lá Júlia eu e a tininha somos as tuas melhores amigas, conta-nos o que se passa.
-Ok.
-Vá conta.
-só se prometerem que ninguém vai saber nem mesmo os vossos namorados.
-Ui já vimos que é serio.
-Prometam.
-Prometemos.
-Eu já conhecia o Josh e ele era o meu melhor amigo e ele apixonou-se por mime eu não lhe disse nada mas também gostava dele.
-O que?
-Sim o que é que eu vou fazer agora?
-O Niall sabe da vossa história?
-Não mas vai ficar a saber porque eu lhe vou ter de contar mas não agora.
-Júlia quanto mais tarde pior.
-Eu sei disso Sara e eu vou contar deixa-me prepara psicologicamente primeiro.
-Ok.
Nós fomos para o Nando's e almoçamos quando o Zayn pergunta:
-Mas afinal qual é a grande noticia que nos queriam contar.
Devia ter sido eu a falar mas a Sara e a Tininha perceberam que eu não estava bem, então foi a Sara a falar.
-Vocês lembram-se que nós queria-mos criar uma marca de roupa?
-Sim claro.
-Pois bem recebemos hoje o mail a dizer que temos autorização para o fazer.
-Isso é fantástico.-disseram todos.
-Júlia o que achas?-disse o Liam.
-Terra chama Júlia responde.-disse o Harry.
-O que, desculpem eu não ouvi.
-Deu para perceber buterfly mas o que se passa.
-Nada eu estou bem.
-A sério pequenina ( pequenina era o que o Harry gostava de me chamar).
-Sim está tudo bem eu só preciso de apanhar um pouco de ar, desculpem eu vou até lá a fora.
Eu sai dali o mais depressa que consegui e é claro que o Niall veio atrás  de mim.
-Vá o que se passa ?
Eu agarrei-me ao Niall como se não houvesse amanha e disse-lhe:
-Posso pedir-te uma coisa?
-Claro que sim.
-Promete que não me vais deixar aconteça o que acontecer.
-Prometo, mas o que se passa?
-Nada só estava com medo de te perder por alguma razão.
-Tu nunca me vais perder.
Nós fomos para casa do Niall e eu fiquei a espera que o Josh me viesse buscar, eu só queria esquecer aquele dias mas não conseguia não sei porque.
-Júlia.
-Sim Niall.
-O Josh já chegou.
Ao ouvir isto é que eu fiquei mesmo a morre.
-Já vou.
Desci as escadas e fui ter com o Josh dei um beijo de despedida ao Niall como se fosse o ultimo, porque eu sentia que alguma coisa má ia acontecer.
-Vamos Júlia?
-Sim-eu disse isto com uma vos de quem pensa quanto mais depressa for mais depressa venho.
Eu e o Josh fomos embora e ele tal como disse ao Niall levou-me a casa dos pais para eles me verem e depois levou-me ao parque onde nos tinha-mos conhecido.
-O que estamos aqui a fazer Josh.
-Achei que ias gostar de te lembrar do local onde nos conhecemos.
-Para de me torturar com isto Josh, por favor.- eu já tinha as lágrimas a cair e o Josh abraçou-me como  o Niall fazia quando eu estava triste.
-Vá não chores princesa.
-Larga-me para de fazer isto.-Eu soltei-me dele e encostei-me a uma árvore.
-Eu não te posso deixar pelo menos sem saber uma coisa primeiro.
-O que eu juro que respondo.
Ele segurou-me nas mãos e deu-me um beijo incrível, eu tentei soltar-me mas ele encostou-me contra a árvore e eu não consegui lutar mais.
Ele largou-me e disse:
-Diz-me que este beijo não significou nada para ti, que tu nunca gostaste de mim e que não queres ficar comigo.
Eu tinha o rosto encharcado em lágrimas mas consegui responder.
-Tu queres a verdade é ?
-Sim.
-Eu amava-te e não te consegui dizer, eu voltei para portugal e foi obrigada a esquecer-te e eu agora amo muito o Niall.
-Eu sabia que tu gostavas de mim.
-Pois disseste bem gostava, Josh tu realizaste o teu sonho és musico, porque não me deixas realizar os meus?
-Tu só estas com o Niall por causa disso, não é? Porque ele é famoso e tem dinheiro, mas eu também sou famoso e tenho dinheiro.
Eu não sei onde foi arranjar forças mas dei-lhe uma chapada e disse:
-Tira-me daqui já, eu continuava a considerar-te o meu melhor amigo Josh mesmo depois de todos estes anos e para tu dizeres o que me disseste é porque continuas sem me conhecer tira-me daqui já.
-Ok eu levo-te para casa.
o Josh levou-me a casa e o Niall olhou para o nosso estado eu encharcada em lágrimas e o Josh com 5 dedos marcados na cara e as lágrimas quase a cair e perguntou:
-Mas o que é que se passou?
Eu só disse:
-Josh entra e não mexas um músculo sequer.
-Júlia o que é que se passa?
-Eu hoje não estava só abalada por ter reencontrado o Josh mas também porque, é melhor eu contar tudo do principio.
-Sim é melhor.
-A uns anos atrás eu vim com os meus pais a Londres e apaixonei-me por esta cidade como já te tinha dito, e eu e os meus pais fomos a um parque e eu sentei-me ao pé de um lago a escrever e alguém passou de bicicleta atrás de mim e fez com que eu cai-se no lago, o Josh estava a nadar viu-me cair e também viu que eu não sabia nadar e ajudou-me , a partir dai os meus pais e os do Josh conheceram-se e eu e o Josh torna-mo-nos os melhores amigos, foram 3 meses inteiros que eu passei em Londres e cruzei-me mais do que uma vez com todos os 1D excepto contigo, o Josh apaixonou-se por mim e eu por ele mas não lhe disse nada, Voltei para portugal e pensei que nunca mais veria o meu melhor amigo, até hoje, e o Josh beijou-me e perguntou se eu não sentia mais nada por ele e eu disse que te amava a ti e não a ele, e ele disse que eu estava contigo só pela fama e pelo teu dinheiro mas não estou, eu estou contigo porque te amo e se tu agora quiseres acabar tudo comigo eu entendo, só achei que merecias saber a verdade.
-Uau eu não sei o que dizer.
-Não precisas eu vou arrumar as minhas coisas.
-Josh podes ir depois eu e tu falamos.
-Ok Niall.
O Josh foi embora e o Niall veio atrás de mim para o quarto.
-Para.
-Mas, eu pensei...
Ele pôs o dedo nos meus lábios, par eu não dizer mais nada, acariciou-me o rosto e abraçou-me e enquanto me abraçava disse:
-É preciso muita coragem para fazer o que tu fizeste, se fosses outra terias ficado comigo e com o Josh ao mesmo tempo mas não o fizeste ficaste abalada ao encontrar um amor de infância e podias ter ficado com ele mas escolheste ficar comigo e isso é a prove de que tu me amas mesmo.
-Isso quer dizer que?
-Eu não quero que te vás embora quero que fiques comigo para sempre  eu não vou mentir e dizer que não fiquei chocado com isto tudo ,mas tu e o Josh não tiveram culpa e eu não me vou chatear.

-Mas eu devia ter-te contado logo tudo e não o fiz e mesmo assim tu ficas comigo?
-Sim, porque eu te amo.
O Niall deu-me um beijo, e caímos os dois na cama,e ele continuou a beijar-me, eu tentei soltar os nossos lábios mas não consegui, ele começou a beijar-me o pescoço enquanto eu recuperava o fôlego, e voltou a beijar-me e começou a desapertar o meu vestido, depois disse-me ao ouvido com uma voz tão meiga que eu me deixei levar pelo momento:
-Eu amo-te e não te trocaria por mais ninguém.
Depois disto já todos sabemos o que aconteceu.;)
Não aconteceu nada porque eu parei o Niall antes que pudesse acontecer.
-Mas o que se passa Júlia?
-Niall eu estou confusa, e tu perdoas-me assim tão facilmente, eu não sei o que pensar, desculpa.
-Tu ficaste abalada com o beijo do Josh não foi?
-Eu não sei o que se passa comigo eu só quero tirar toda esta dor e este peso do meu coração percebes?
-Queres dar um tempo?
-Era esse o meu medo, que tu me perguntasses isso, eu conheço-te muito bem Niall e sei que tu estas a sofrer tanto como eu por causa desta história com o Josh, mas eu tenho a certeza de que eu te amo e disso eu não tenho duvidas.
-Eu também te conheço demasiado bem para saber que tu estas a sofrer com isto tudo e que precisas do meu apoio mais do que nunca.
-Obrigada por entenderes eu acho que só preciso de falar mais nada.
-Então buterfly desabafa comigo.
-Ok, eu não sei o que se passa comigo só me apetece chorar e esquecer a minha vida, eu não te vou mentir eu fiquei abalada com o beijo do Josh eu tinha-me apaixonado por ele há muito tempo e quando o tinha conseguido esquecer ele aparece.
-Então chora o que quiseres, mas e nós como ficamos?
-Por mim esquecia-mos o que tinha acontecido hoje eu não quero estragar a tua relação com o Josh, vocês são super amigos, eu posso continuar a ser a melhor amiga dele mas nada mais do que isso.
-Eu sei que já não te posso mentir e sim eu fiquei triste mas já não estou mais porque tu tiveste a coragem de falar comigo e contar a verdade.
-E se desaparecer-mos os 2 por algum tempo só as raparigas e os 1D é que saberiam onde estava-mos, o que achas.
-É uma óptima ideia para estar-mos juntos longe de todos sem confusão e ninguém para nos chatear.
-Então eu amanha vou falar com a tininha e a Sara para adiantar-mos as coisas da marca de roupa e digo que nos vamos estar fora por um tempo e tu adiantas as coisas do álbum e falas com os rapazes, mas só eles é que podem saber onde estamos.
-Combinado.
-E se fosse-mos ver um filme os dois como fazia-mos antes de toda esta confusão?
-Ok, mas eu escolho o filme.
Eu tinha a grande sensação de que o Nialler ia escolher um filme de terror mas pelo contrario fomos ver cartas para Julieta e chegamos a uma parte em que eu comecei a chorar e ele me deu um beijo e disse:
-Não chores porque não nos vamos separar, eu amo-te buterfly.
Acabamos por adormecer no sofá eu com a cabeça no colo dele e ele agarradinho a mim, parecia como na primeira vez que estivemos juntos.
No dia seguinte eu liguei as girls e fomos tratar de encontrar uma loja há nossa altura, enquanto o Niall foi para a editora.
-Júlia, como correu a note com o Josh?
-Mal Sara.
-O que aconteceu?
-O que aconteceu tininha foi que o Josh me fez recordar o passado e eu acabei por lhe contar que me tinha apaixonado por ele mas que agora estava com o Niall, e ele deu-me um beijo,quando estava-mos no local onde nos conhecemos pela 1ª vez e ele disse-me coisas horríveis levou um estalo e eu contei tudo ao Niall e eu e o Niall vamos passar uns dias fora para ultrapassar esta crise.
-Que filme.
-A quem o dizes Sara.
Encontramos a loja perfeita no centro comercial e era só preciso um arranjo mínimo e uma decoração gira e estaria-mos prontas para abrir, eu desenhava, a Sara e a tininha eram como consultoras de moda.
O dia já estava a acabar e fomos para casa,quando eu cheguei o Niall tinha um jantar romântico mesmo lindo e mal eu entrei ele deu-me um beijo e disse:
-Já encontrei o sitio ideal para ficar-mos.
-E onde é?
-É perto de uma praia, a casa tem vista para o mar e depois tens um bosque para te perderes em sonhos.
-Parece mesmo um conto de fadas.
-Sim o nosso conto de fadas.
-Niall posso fazer-te uma pergunta?
-Claro.
-O que é que tu viste em mim, para me amares tanto?
- E se for ao contrario, se for eu a perguntar o que tu viste em mim para me amares tanto, tu respondias?
-Sim.
-Então responde.
-Então, eu vi em ti um amigo, alguém com um coração do tamanho do mundo que não desiste de realizar os seus sonhos, que pensa e sente como eu, sabe quando alguém está triste e  não tem medo de dizer o quanto ama os amigos, alguém em quem eu posso confiar e partilhar os meus segredos e viver a minha vida inteira.
-Uau, não sabia que eu era isso tudo para ti.
-Mas és.
-Então ai tens a resposta.
-Não percebi!
-Tudo o que eu sou para ti tu és para mim.
Eu já tinha uma lágrima no canto do olho e o Niall viu que eu estava emocionada, chegou-se ao pé de mim e abraçou-me.
-Não fiques assim,
-Ok.
-Vá agora vamos jantar e fazer as malas, porque amanha partimos para o nosso novo mundo.
Nós fomos jantar e fazer as malas e quando acabamos o Niall disse para eu ir com ele ao jardim, e é claro que eu fui.
-Mas o que há no jardim Niall?
-Eu sei que já acabaste o curso de medicina e que agora estas numa pausa por tempo indefinido, e também sei que sempre sonhaste em ir a Irlanda, e eu vou realizar-te esse sonho.
-Como?
-Nós precisava-mos  de uma desculpa para ninguém desconfiar que vamos ficar uns tempos sem aparecer, então nós vamos para a Irlanda, eu vou apresentar-te a minha família e de lá vamos para o sitio de que te falei, assim ficamos perto se precisar-mos de algo e longe de tudo isto, vamos ter o nosso momento.
-Obrigada.
-Mas porque?
-Por me ajudares a realizar os meus sonhos e fazer com que eu me sinta tão amada.
-Oh não sejas tonta.Tu já andaste de avião?
-Sim, mas vim para Inglaterra de carro.
-Então nós vamos de avião para a Irlanda.
-Ok.-Eu respondi isto e ele percebeu que eu estava um pouco nervosa.
-Não te preocupes vamos no avião particular da banda e assim não há tanta confusão.
-Desde que não me largues eu fico bem.
-Nunca te largaria.
-Mas então porque é que viemos ao jardim?
-Olha para o céu.
Eu olhei e nem queria acreditar de repente aparecem foguetes no ceu e foi um espectáculo lindo.
-Gostaste?
-Sim, mesmo muito.
-Vamos porque amanha partimos cedo.
-Tens razão.
Nos fomos dormir, quer dizer tentar dormir eu estava demasiado nervosa para o fazer. Mas lá acabei por conseguir. Eram 3:00Am e o Niall acordou-me gentilmente, Princesa esta na hora de irmos.Mau muito mau ele chamou-me como o Josh e isso não.
-Niall...
-Sim o que se passa?
-Eu gostava que não me chamasses princesa, o Josh chamava-me isso quando era-mos miúdos e eu estou a tentar esquecer essa altura.
-Ok, desculpa, eu não sabia.
-A culpa não é tua, eu devia ter-te dito.
-Vá agora temos de nos vestir.
-Mas são 3:00 Am tão cedo sim dormimos mais no avião, é o meu irmão que nos vai buscar.
-Se tem de ser...
Nos vesti-mo-nos e eu peguei na minha carteira e meti um pequeno caderno dentro, não sei porque mas eu sabia que ia ter imensas coisas para escrever. 
-Buterfly...
-Sim Niall!
-Os rapazes vão connosco e as raparigas também para não dar muito nas vistas irmos só os dois.
-Ok, não há problema.
Nós fomos para o aeroporto e os rapazes já estavam a nossa espera.
Louis: Finalmente.
-A culpa não foi nossa.
Harry: O que é que vocês andaram a fazer para chegarem tão atrasados?
-Harry não andamos a fazer ada simplesmente adormecemos, e para com isso ou fico chateada contigo.
-Desculpa.
-Vamos ficar aqui a falar ou vamos para a Irlanda?-Disse o Niall cheio de sono.
Nós fomos para o avião e eu disse ao Niall que não ia conseguir dormir com os rapazes ali, o Harry ressonava que se fartava.
O Niall disse para eu não me preocupar porque no avião haviam tipo quartos, só que eram apenas 5.
eu fiquei mais descansada, eu e o Niall ficamos juntos e quando nos fomos deitar ele focou a olhar para mim e a acariciar-me o rosto.
-também perdeste o sono.
-Não apenas gosto de ficar a olhar para ti.
-E acho que não vamos conseguir dormir porque o Zayn e a Sara estão a dar uma festa privada.
-Não sejas mauzinho.
-E não estou a ser, é verdade tu é que estas distraída com as musicas que estas a ouvir que nem os ouves.
-E o que é que tem eles estarem em festa estas com ciumes?
-Eu!!! Não sei.
-Vamos ter muito tempo para festa quando chegar-mos à Irlanda.
-E tu queres festa?
-Niall!!
-O que foi foi só uma pergunta inocente.
-Quero mas é um tipo diferente de festa.
-E qual é?
-Ouvir musica, e ficar agarradinha a ti.
-Nisso eu posso ajudar.
-E como?
-Então fico agarradinho a ti, e canto.
-É por pequenas coisas como estas que eu te amo tanto.
Eu e o Niall ficamos agarradinhos a viagem toda e quando chegamos a Irlanda eu pensei que fosse tudo diferente, mas não era tudo como eu tinha imaginado, o irmão do Niall já estava a nossa espera.
-Greg, que saudades mano.
-Então Niall, estás mais alto ou é impressão minha?
-Eu e os rapazes estava-mos ali a espere enquanto o Niall e o Greg falavam e falavam e falavam ainda mais.
-Liam sabes onde e que é o hotel?
-Sim, porque Júlia?
-Vamos a pé que eu estou a ver que a conversa vai demorar.
-Nós também.-disseram os outros em coro.
E nesse exacto momento o Niall diz:
-Greg quero apresentar-te a mulher da minha vida e minha noiva, a Júlia.
-Noiva, a mãe vai explodir quando souber.
-Para Greg, eu gosto mesmo dela, Buterfly vem cá.
-Sim Niall...
-Este é o meu irmão Greg.
-Olá.
-Então tu é que és a Júlia...não quero ser pessimista mas a vossa relação não vai durar.
Meu deus, valham-me os trevos e os duendes, eu fiquei passada quando o irmão do Niall disse aquilo.
-Niall posso dizer uma coisa sem te passares?
-Sim mas o que é buterfly?
-Eu ainda não conheço bem o teu irmão mas já estou a odiá-lo.

-Greg, estas tramado com ela, se fosse a ti ia comprar uma caixa de chocolates para lhe pedir desculpa.
-Desculpa, não é por mim mas a nossa mãe vai ficar tola quando souber que o Niall está noivo e não lhe contou.


 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...