O Novato

Zoe Mitchell era a nerd que ajudava os calouros a se adaptarem à rotina escolar. Ela seria monitora de Harry Styles, o mais recente novato. Entretanto, sua vida ganhou uma reviravolta quando o garoto absurdamente sexy resolveu exercer seu poder sobre ela.

73Likes
38Comentários
5008Views
AA

2. Ajuda

‒ Não. – argumentou em tom sério, descendo as mãos grandes para o bumbum da moça. Onde apalpou com precisão. Harry já se encontrava fora de si. Só o que lhe importava era possuir Zoe. Ela estava o deixando complemente maluco.

‒ Estamos indo rápido demais. – ela murmurou, tentando soltar-se de Harry. – Mal nos conhecemos.

‒ Isso não me interessa. – disparou, agarrando os braços da menina e jogo-a na cama. – Eu quero você. Agora. – se pôs por cima dela, descendo as alças do vestido. Ela tentou cobrir os seios com as mãos, mas Harry as puxou, apalpando cada um deles.

‒ Harry... Eu nunca fiz isso. – gemeu a moça, percebendo um enorme prazer atingir-lhe o corpo.

‒ Não até me conhecer. – ele abocanhou um mamilo, mordendo.

Zoe se remexeu, tentando manter a calma. Porém, não conseguiu cessar os gemidos que se elevavam a cada toque de Harry. Seus lábios eram mornos e precisos, e os beijos iam se multiplicando pela pele da garota. Enquanto ela não sabia onde colocar as mãos, Harry tinha perfeito controle do que fazer. Logo cessou as mordidas e ergueu-se, retirando a camiseta.

Seu peito chocou-se ao dela, amassando os seios. O volume do membro roçava entre as pernas de Zoe, fazendo-lhe excitar-se. Harry tomou a boca da menina, beijando violentamente. Sua língua molhava a extensão dos lábios dela, e bruscamente ele mordeu seu lábio inferior. Zoe entrelaçou o pescoço de Harry com os braços, acariciando levemente seus cabelos. Vagarosamente, ele desceu o vestido e fincou os dedos no quadril da moça.

Beijos foram depositados pela barriga de Zoe, e Harry ficou de joelhos sobre a cama, desabotoando a calça jeans. Ver um garoto nu era inédito para a menina, e de certa forma, ela estava um pouco chocada com o tamanho do membro de Harry, quando o mesmo retirou a cueca boxer, arremessando-a em algum canto do quarto.

Ela desejou fechar os olhos, porém, estava totalmente hipnotizada pela forma quente como ele a encarava. O ar faltava em seus pulmões, e ela umedeceu os lábios secos. Quando Harry percebeu que Zoe cobria a calcinha com as mãos, seus dedos avançaram para o vestido, arrastando-o por suas pernas. Os olhos negros o olhavam perplexamente, enquanto sem piedade, o garoto separou as pernas da moça, acariciando violentamente seu sexo.

Ouviu-se um gemido alto, e sequencialmente Harry desviou a calcinha para um lado, introduzindo seus longos dedos na intimidade de Zoe. Ela apertou as coxas, pressentindo uma dor acumular-se. O garoto recolheu as mãos, usando-as para apoiar-se sobre o corpo da menina. Prontamente, seus lábios abocanharam o clitóris, e ele o chupou, fazendo Zoe se contorcer e agarrar seus cabelos. Ela não conseguia administrar as sensações, e Harry sorria vitoriosamente, sabendo o quão bom ele era em deixar as mulheres descompensadas.

‒ Kant! – gritou Zoe, quando Harry mordeu seu sexo.

‒ Chega de filósofos. – resmungou, abandonando a cama e vasculhando os bolsos da calça. – Vou lhe mostrar o que realmente é quente. – ele rasgou a camisinha com os dentes, colocando-a com cuidado no membro.

Suas mãos puxaram a calcinha branca que a garota usava, elevando-a até o nariz para sentir o aroma. Zoe estremeceu com a atitude descabida de Harry, ainda não acreditando que estavam fazendo sexo, em sua casa ainda por cima. Logo ela, que sempre prezava os bons costumes, e pretendia entregar-se somente após o casamento. Contudo, com Harry era diferente. Ela não entendia o grau de atração que mexia com os sentidos de ambos. Ele era selvagem, quente e ao mesmo tempo carinhoso. Aquilo lhe deixava a mercê dele. Não havia como negar algo a Harry Styles.

Suas pernas foram separadas novamente, e Harry socou-se entre elas, penetrando-lhe o membro devagar. Quando a dor se fez, ela segurou os lençóis com força. O garoto estocava rápido e com necessidade. As mãos grandes apertando os quadris de Zoe, para que ela não fugisse. Ele inclinou a cabeça para trás, totalmente excitado. Enquanto que a menina se retorcia gemendo o nome dele. Aquilo o deixava sem raciocínio. Apenas almejando sentir o momento em que ela desmoronaria sobre ele, em um orgasmo intenso.

‒ Harry! – vociferou, agarrando os bíceps do rapaz. – Eu não aguento mais... – ela choramingou. Sua testa já suada pelo calor que se permeava em seu corpo.

Ele abaixou-se e deu-lhe um beijo nos lábios, abafando os gemidos. Quando se ergueu, estocou com mais força, prevendo que a garota estava a ponto de gozar. Movimentou-se apressadamente à medida que Zoe tremia atingindo bruscamente o ápice. Seus pensamentos já estavam incoerentes, e quando Harry ouviu a garota murmurar mais uma vez seu nome, ele deixou se perder com a intensidade do orgasmo, caindo sobre ela.

Zoe deitou-se sobre o peito de Harry, ouvindo os batimentos acelerados que se faziam ali. Sua ficha não havia caído. E provavelmente não cairia nunca. Pois ela jamais acreditaria que teria feito sexo pela primeira vez com o aluno novato.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...