The Lost JEWEl

Diz-se que o amor e para sempre. Mas o amor de David e Sara vai ter muitos obstáculos a ultrapassar. Descobrir que raptaram a filha e mentiram ao dizer que tinha morrido no parto, deixa qualquer casal chocado, magoado. Será que vão David e Sara achar a sua jóia perdida....Matilde. Leiam por favor :D

1Likes
5Comentários
1774Views
AA

15. Talk to lolita

No nosso esconderijo, estava eu e David abraçados a olhar para a lareira. 
" então? Que tanto pensas?" Perguntou-me David
" nada, só estou a ganhar coragem de ligar à Lolita!" Disse eu
" olha para mim! Isso é essencial! Sara não podes andar aí na maneira como estas sem ires a um médico! Não sabes, com quanto tempo estas!" Disse David
" eu sei David! Mas ao mesmo tempo tenho medo que nos encontrem e...eu não quero voltar para aquela casa! Se quiseres volta tu!" Disse Sara
" eu só estou a querer dizer que se algo correr mesmo mal, nos teremos de aparecer!" Disse David
" eu não percebo realmente! Tu parece que estas aqui só por minha causa!" Disse eu levantando-me
" outra vez? Outra vez sara? Pára de dizer isso! Pára! Disse David levantando-se também
" eu vou lá para trás!" Disse eu triste e amuada

Em minha casa, estava o meu pai a ler o jornal e minha mãe andando pela casa.
Nina desceu as escadas e foi ter com a mãe.
" mãe eu vou lanchar, vem comigo!" Disse nina
" não quero filha! Vá a menina!" Disse a minha mãe muito em baixo
" mãe! A mãe tem que comer! A Sara não vai gostar de saber isso! Ela logo logo vai voltar!" Disse nina
" onde estará a sua irmã? Ela anda perdida e..." Disse minha mãe mexendo no seu livro para ir para o safa, mas deixando cair no chão a minha mensagem.
" que é isto?" Pegou nina
" ah não sei filha, o que é?"
" é da Sara...ela deixou uma mensagem à mãe, pai!" Disse sara chamando o pai.
" eu vou chamar o inspetor..."disse o meu pai
" mas não diz!" Disse minha mãe
" mãe ela não ia por aqui onde estava não e?" Disse nina


No nosso esconderijo estava eu triste no fundo da gruta. Só pensava em coisas mas que poderiam acontecer...
Foi então que me apareceu David com um pai com fiambre e um copo de leite. 
" pega. Já não comes a muito tempo, tens que te alimentar bem agora!" Disse ele
" deixa aí!" Disse eu ainda amuada
" ouve sara, olha para mim" disse ele
" eu adoro-te! Sabes o que isso é? Eu não estou aqui apensas por ti! Estou por mim! E por o nosso bebe! Eu sei que o teu pai nunca vai aprovar esta gravidez, ainda por cima sendo eu o pai! Por isso mesmo não te quero deixar ir! Eu sou pobre,sou! Mas tenho o suficiente para cuidar de ti e do nosso filho! Agora é difícil isso acontecer, quando tu me atacas, sempre ao dizer que eu estou aqui apenas por ti! Nós temos discutido tanto agora, nestes últimos dias do que estes meses que nos conhecemos! Eu amo- te!" Disse David olhando para os meus olhos

Eu sorri, ele era tão lindo e a verdade é que estava certo no que dizia.
"Desculpa, desculpa mesmo. David, este bebe não vai ser de mais ninguém! Não me interessa se és pobre ou não! E em relação ao meu pai...eu estou me nas tintas! Só quero saber e sentir que estás aqui comigo!" Disse eu fazendo-lhe festas na cara
" eu vou estar sempre, sempre! Agora come este pão e bebe este leite! Precisas de forças!" Disse David preocupado
" ah, eu vou comer, mas só depois de falar com a Lolita! Eu conheço-a. Ela vai nos ajudar!" Disse eu pegando no tele

Marquei o número a Lolita e liguei-lhe. Chamou duas vezes e logo ela atendeu.
Lolita estava na minha casa, ela e Tomás tinham sido chamados a casa pelo meu pai. 
Lolita olhou para o tele e ficou com uma cara muito seria e olhou para os lados e foi até lá fora.
" Sara? Sara? Estas aí?" Perguntou Lolita aflita
" Lolita? Lolita ouve..." Disse eu tentando acalma-la
" Sara? Sara onde estas? Como estas?" Disse a Lolita
" Lola, Lolita calma! Eu estou bem, estou com o David, mas por amor de Deus não digas nada aí! Lola, eu fugi porque tu sabes que eu não podia dizer ao mau pai que estava gravida e ainda por cima dizer que era de um empregado dele. Ele tinha um clipacxo!" Disse eu
" mas estas com o David? Fico mais descansada! Mas o que precisas?" 
" eu preciso que tu me arranjes uma médica que me possa dar consultas, mas não pode ser perto de minha casa nem nas clínicas da minha mãe! Por favor!" Disse eu quase implorando
" ah Sara, Sara eu não sei, eu não conheço clínicas nenhumas longe de aqui!" Disse Lolita
" vá Lola, mas tenta! Eu sei que tu tens contactos da tua mãe, que é médica. Tu vais e tiras sem ela ver e arranjas algo! Vá lá eu preciso mesmo de ser seguida por uma médica!" Disse eu
" ok ok eu vou tentar ! Mas diz-me onde estas, amiga, quero saber e ver que estas mesmo bem! Eu e o tomas!" Disse Lolita olhando sempre para a porta para ver se vinha alguém
" ok eu digo-te mas não digas nada ao tomas por enquanto! Ele seria menino de dizer tudo ao meu pai! Ele não vai com o David!" 
" ok! Diz lá!"
" ok eu vou-te dizer mas vem com muito cuidado!" Disse eu olhando para David.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...