We are love

A girl travels to Italy to spend her school holiday with her aunt. But shw didn't know that she would find much more than she can imagine: real love.

0Likes
0Comentários
148Views
AA

5. Passeio no hospital (Hanging out at the hospital)

Dia 20 (22/01)

Oiê, Fred!

Dez dias sem falar com você e o mundo vira de ponta cabeça.

Teve a festinha lá na escola de italiano, foi muito legal! Tirando umas partes específicas...
A gente tinha pensado em marcar à tarde, mas aí teria que ser corrido porque a professoressa (rs) daria outras aulas depois da nossa. Então, decidimos marcar para o outro dia, que não tínhamos aula, à noite.

 

Saí toda feliz e saltitante de casa com minhas coxinhas e empadinhas, feitas por MIM (orgoglio!), que liguei para minha mãe no Brasil só para perguntar a receita (“Ah, para isso você me liga, né, filha? Não está com saudade de mim?” – Mães!)
Minha tia me ensinou a pegar o ônibus que vai até a escola, já que ela não pode me levar todos os dias, né!
Chegando lá, estava tudo ótimo. Todo mundo no escurinho para esperar a professora e quando ela chegou, claro, foi aquela festa com direito a gritos de “SURPRESA!!!”. Conversamos, cantamos, dançamos, bebemos e comemos... Ixi, nessa parte a coisa fica preta. Preta não, vermelha. Eu fico vermelha. VERMELHA DEMAIS. TÁ ESTRANHO ISSO, ME AJUDEM! NÃO CON...SI...GO RES...PI...PI...RAR!
PUFT!


Acordei no hospital, com o Henry cochilando na cadeira ao lado.
Imaginem um susto. Agora multipliquem por dez.
Acordei gritando “onde estou? o que houve?” e já fui me levantando da cama, mas eu estava com soro no braço e quando me apoiei para levantar, o braço doeu e Henry levantou mais que rápido e veio me acalmar:
“Non se levante, Giu, mon cherrie. Você está frrraca ainda!”, disse me segurando pelos ombros.
“O que eu estou fazendo aqui, Henry?”, perguntei.
“Você não se lembra? Teve um fechamento de glote em razão de algo que comeu, estamos suspeitando que seja o piment do bolinho de carrrne. Os resultados não saírrram ainda, mas os médicos disserrram que você é altamente alérrrgica a seja lá o que te causou isso, mi amorrre. ”, disse, ainda me segurando pelos ombros e com o rosto próximo demais ao meu.

“Ah... Que horas são? E minha tia?”, disse eu, sem graça e me afastando um pouco de seu rosto e de seus olhos grandes e lindamente azuis.
“Já avisei ela, peguei o telefone dela com a secrrretária da escola.  Já é quase madrugada. Agorrra,  se acalme, você passou por muita coisa parrra ficar se movimentando tanto.”, disse preocupado, estava claro que se importava realmente comigo. Depois, se aproximou e me deu um beijo molhado na testa.

Fiquei paralisada. Não diziam que os franceses eram frios? Pois esse era bem quentinho para o meu gosto.
Minha tia irrompeu a porta me tirando dos meus pensamentos.
“Nipote (sobrinha, em italiano), como está!? O que houve? Meu Deus, estava tão preocupada! Abandonei uma reunião importante para te ver! Você está bem? O que está sentindo? Onde dói? Fala comigo!”, disse ela, toda esbaforida, com os cabelos bagunçados e com o crachá do escritório ainda pregado na blusa de lã rosa.
“Me deixe falar então, zizia! Rs. Estou me sentindo bem... O Henry disse que...”
“Ah, você é o Henry então?”, disse ela, me interrompendo e virando-se para Henry para falar com ele.
“Obrigada, meu rapaz, de coração! Eu amo demais minha sobrinha e te devo gratidão!”
“Imagine, Margherita, non me agrrradeça. Eu fiz pois gosto de verrrdade de Giu”, disse ele com seu sotaque irresistivelmente francês.

“Bom, vou ver se acho o médico que a atendeu para que eu possa falar com ele. Se quiser ir, Henry, querido, pode ir, eu passarei a noite aqui. Obrigada por tudo.” Disse tia Rita, toda melosa em agradecimento ao Henry.

“Eu ficarrrei aqui, Margherita, não é problem algum parrra mim passar a noite aqui com a Giu”, disse, olhando-me carinhosamente.
“Henry, pode ir para casa descansar, você já me trouxe até aqui. Aliás, como chegamos aqui?”, disse eu, curiosa para saber como tudo aconteceu.
“Eu te trouxe com meu carro, cherrie. Te carreguei até ele e vim o mais rápido que pude.”disse ele.

“Ah... Han... Obrigada.” Eu disse, já arrependida de ter perguntado.

Nessa hora, tia Rita já havia saído do quarto para conversar com o médico. Ficamos eu e Henry. E aquele climão, claro. Eu resolvi puxar assunto para descontrair.

“Henry, você pode ligar a televisão para mim, por favor?”
“Clarrro, Giu.”
Ele ligou a tv e ela estava sintonizada no canal Rai Uno, um dos mais famosos aqui da Itália. Passava um especial sobre um programa de cantores que existe aqui, tipo American Idol, The X Factor. Se chama Ti lascio una canzone, parece ser bem legal. Eles estão selecionando pessoas para o novo programa e na propaganda aparecem alguns cantores dos programas anteriores dando seus depoimentos. Ignazio, consegui guardar o nome de um deles... Falou emocionado, disse que a música é como sua família. O outro, de óculos vermelhos, disse que a música é sua vida. Eu já gostei, adoro esse tipo de programa! Assisti a todas as temporadas do X Factor inglês e às duas do americano. Acho muito emocionante, choro quase todo episódio! Hehe!

Um barulho junto à porta. A enfermeira entra no quarto com minha comida da meia noite. Uma gelatina e um suco. Estou bem...bem com fome para comer só isso!
“Enfermeira, só isso?”, perguntei.
“Si, só pode comer isso devido à gravidade de sua reação alérgica.”
“Ah, okay, então...” disse eu, triste (estou com fome, poxa vida!).
Logo que a enfermeira saiu, Henry puxou a cadeira e sentou-se ao meu lado, colocou seus braços no apoio da cama, apoiou o queixo sobre os braços cruzados e disse:
“Eu te levo para jantarrr quando sair daqui! Só não pode ser em um restaurrrante mexicano, por causa do piment! Haha.”
“Olha que eu aceito, hein?”
“Por favorrr, faça isso!”
 

Achei estranha essa aproximação repentina dele... Tá, nem tão repentina, já estudamos juntos há duas semanas e conversamos todos os dias, desde a primeira aula. Não sei se é o certo, mas... Até que ele é fofo, vai.

Agora já estou em casa, me sinto bem melhor. Vou tomar um banho e descansar. Beijos, Fred.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...