Irresistible

”Until I met you, I could not imagine going through life with one person. Now I can not imagine going a day without you.”

”Até conhecer você, não me imaginava passando a vida com uma única pessoa. Agora não consigo imaginar passando um dia sem você.”

17Likes
9Comentários
6826Views
AA

5. Capítulo 5

  No dia seguinte, aconteceu a mesma coisa, eu fui para a aula pela manhã, era sábado, pelo menos eu tinha apenas uma hora e meia de aula, e Niall fez algo com a banda, e no final da tarde fomos para o apartamento dele. Dessa vez vimos filme de terror, adorávamos. No outro dia, eu não tive aula então pude dormir até tarde. Era umas nove horas da manhã, quando eu só escutava o toque do meu celular, que era ‘’Last Friday Night’’, quando eu olhei era Niall.

- El? – Niall disse animado.

- Oi, baby. – eu disse com a pior voz de sono possível.

- como sempre, eu te acordei. – Niall ficou sem jeito.

- não tem nada não. – eu ri.

- então, o que você tem planejado pra hoje? – Niall perguntou.

- ficar deitada na cama o dia todo. – eu brinquei me espreguiçando.

- ah, vamos mudar isso! Vou passar aí daqui a uma hora pra sairmos, ok? – Niall estava animado.

- okay, mas pra onde vamos?

- surpresa! Apenas coloque roupas que você usaria em um dia qualquer no parque.

- no parque? Ai meu Deus. – eu ri.

- calma, vai ser legal. Vai se arrumar logo pra ficar mais linda pra mim, vai. – Niall brincou.

- okay, beijos. – eu desliguei o telefone. Eu estava muito curiosa. Tomei banho, penteei o cabelo, vesti uma legging preta, short jeans, sapatilha dourada e minha blusa do Bon Jovi branca com um cardigã cinza, passei delineador preto e um batom rosa. Quando Niall chegou, eu estava colocando os brincos. Ele tinha ido até minha porta, e bateu.

- pode entrar Niall, está aberta. – eu gritei do banheiro. Ele entrou, fechou a porta e foi direto para o banheiro me ver. Eu estava abaixada pegando algo que havia caído no chão, e ele parado encostado me observando.

- Oi, El. – ele disse sorrindo.

- Oi... – eu disse me levantando e indo dar um beijo nele. – estou quase pronta, só deixe-me colocar o outro brinco. – eu me olhava no espelho.

- okay... Sam saiu com Zayn? – Niall perguntou ainda encostado.

- sim, acho que eles foram andar de bicicleta, quer dizer, Zayn terá que ensiná-la porque ela não sabe. – eu ri.

- jura? Coitada. – Niall riu.

- pois é... E eu também não sei. – eu virei pra ele rindo.

- ah, sério? – ele se aproximou e colocou as mãos na minha cintura, quase no bumbum.

- sim. Eu sempre fui muito medrosa. – eu sorri.

- entendo... Mas se você quiser eu posso te ensinar a montar numa bike. – ele se ofereceu a ajudar. FOFO!

- okay, e se quiser eu posso te ensinar outras coisas... – eu disse sorrindo de lado e colocando as mãos em seus ombros.

- hummm, parece que alguém está com a mente suja hoje. – Niall sorriu.

- eu sei, desculpe! Acordei assim hoje. – eu fiquei sem jeito.

- não não... Sem problemas! Eu gosto assim! – ele se aproximou e me beijou, eu apenas sorri. – então, vamos? – Niall e eu descemos, quando saímos, não tinha táxi nem nada, ele estava com um carro.

- esse carro é seu? – eu perguntei com a mão na maçaneta do carro.

- não, é do Paul, mas ele me emprestou, eu ainda não comprei o meu. – Niall entrou no carro.

- ah sim. – eu também entrei no carro. Nós fomos primeiro tomar café em um lugar muito aconchegante. Pela manhã não havia ninguém nos perseguindo, estava tudo muito tranquilo. Logo após o café, Niall me levou a Tower Bridge, ficamos pouco tempo, pois estava muito frio. Aquela vista era linda, e estava tudo muito romântico. Niall me abraçava, me beijava... Era bom demais. Depois de termos passado mais ou menos cinquenta minutos na Tower, Niall me levou a um parque chamado Bushy Park, era lindo demais! Muitas árvores, banquinhos, uma lagoa... LINDO! Estava vazio, e ele havia preparado um piquenique pra nós, estava tudo perfeito. Niall estava sentado no chão, na grama especificamente, e eu entre as pernas dele, ele estava com os seus braços em volta de mim, e eu estava dando morango na boca dele. NOSSA! Ele não parava de comer. Conversamos muito e sobre tudo, ficamos sabendo de coisas muito importante um do outro, até que ele começou a falar sobre minha família.

- então, seus pais ligam com frequência? – ele estava fazendo carinho em minhas mãos.

- na verdade... Não. Desde que eu cheguei em Londres eles não me ligaram e eu também não liguei pra eles. – eu disse com a cabeça encostada no ombro dele.

- nossa, mas por quê?

- bem, a relação entre mim e meus pais é assim. Eu nunca fui muito agarrada com minha mãe, e meu pai, ele ficou distante de mim quando eu fiz 10 anos. Eles ficaram muito ocupados, às vezes penso que eu não sou tão importante ao ponto deles se preocuparem comigo.

- não, não pense assim. Você é muito importante pra eles, eles só trabalham muito pra garantirem uma vida boa pra você. – Niall me deu um beijo na bochecha logo após isso.

- vida boa? Pode até ser, mas eu tive que arranjar um emprego pra pagar meu intercambio, não foi muito fácil fazer horas extras no trabalho, estudar, fazer curso e ser menor de idade. Eu não ligo de trabalhar, eu gosto, mas meu pai podia ter me ajudado.

- acho que é só impressão sua.

- mas tudo bem, quando ficamos juntos, sempre acaba em briga. Nós nos damos melhor a distancia mesmo. – eu disse olhando pra frente e colocando minha mão direita na perna dele.

- e você não tem irmão? – Niall começou a mexer no meu cabelo.

- não. Não quero ser dramática, mas sou sozinha. Na verdade, só tenho a Sam comigo, eu a considero minha irmã. – eu dei um pequeno sorriso no canto da boca.

- não diga isso. – Niall olhou pra mim, eu virei à cabeça de lado. – você me conhece a muito mais tempo do que eu te conheço, mas eu já tenho um carinho por você. Na verdade, eu tenho sentido por você o que eu nunca senti por ninguém. Então, eu estarei aqui para o que você precisar. – ele me beijou. – como diz a nossa musica: ‘’ I can’t be no superman, but for you i’ll be super human.’’ – Niall disse bem perto dos meus lábios.

- obrigada, você é único, sabia. – eu disse baixinho. Ele me abraçou bem forte por trás, estava ventando muito, e estávamos nos esquentando ali. Tudo estava lindo quando começou a cair os primeiros pingos de chuva, e em menos de dois minutos, começou a chover muito! Não dava tempo de nós sairmos dali, fomos pra debaixo de uma árvore. Já estávamos um pouco molhados.

- pois é, sua primeira chuva em Londres.  – Niall disse passando a mão no cabelo.

- Logo hoje! – eu ri. A blusa branca ficou meio transparente, e eu fiquei com vergonha.

- sabe, até mesmo na chuva, debaixo de uma árvore, eu fico bem estando com você. – Niall se se encostou à árvore me puxando pelas mãos pra eu ficar de frente pra ele.

- eu também, mesmo estando toda molhada e com o cabelo arrasado. – eu ri colocando minhas mãos em seu bumbum. Nos beijamos na chuva, a árvore estava nos protegendo só um pouco. Foi muito bom, ele com as mãos em minha cintura, ele tinha colocado as mãos por dentro da minha blusa, nas minhas costas, suas mãos estavam geladas e eu fiquei muito arrepiada.

- sabe... Antes eu ficava com saudade de você até mesmo não te conhecendo pessoalmente, mas agora é pior, porque vou sentir saudade do seu cheiro, da sua voz, do seu toque, do seu beijo... – ele me beijou bem devagar.

- Hey... Não vamos falar sobre o que ainda não aconteceu, lembra? – ele sorriu pra mim e nos beijamos de novo. Eu não sei de onde ele tirou forças, mas ele me levantou, eu coloquei as mãos na nuca dele, e as minhas pernas em volta de sua cintura, ele foi abaixando até que ficamos sentados um de frente para o outro. Ele me beijava no pescoço, e eu apertava suas costas, ele foi tirando meu cardigã, e jogou ao lado dele, ele colocou suas mãos por dentro da minha blusa e abriu meu sutiã, enquanto eu beijava seu pescoço. Ele apertava minha cintura com tanta força que eu ficava com marcas leves meio avermelhadas. Eu pude sentir sua ‘’parte’’ já alterada, eu deveria parar, mas eu não conseguia, estava tudo muito bom. Ele abriu um pouco meu short, foi aí que eu tirei forças das minhas entranhas.

- hey hey hey... Melhor pararmos. – eu disse sussurrando e segurando sua mão.

- ma... Mas por quê? – ele disse franzindo a testa.

- estamos no meio do parque, pode ter alguém nos vendo. – eu me afastei um pouco.

- olhe onde estamos! No meio de uma ‘’floresta’’! E não tem ninguém aqui, come on... – ele se aproximou para um beijo, eu pus meu dedo em seus lábios.

- shhhh, não! Pare e raciocine! Você está pensando com o seu... Você sabe! – eu me apoiei e sentei ao lado dele. Ele levantou os joelhos apoiando seus cotovelos neles.

- eu sei, você tem razão. É que... Você tá me deixando louco! Não dá pra ficar sozinho e perto de você e não fazer nada! – Niall disse colocando as mãos na cabeça.

- Nossa, eu não sabia que eu tinha esse efeito... – eu disse um pouco envergonhada.

- Você tem! Pra mim! – ele virou pra mim. – eu acho que gosto de você, El. Parece loucura porque eu te conheço a menos de um mês, mas eu gosto!

- Calma, Niall. É muito cedo pra você dizer isso, é a quarta vez que a gente se vê ainda.

- Eu sei, mas eu já gosto demais de você! Você não gosta tanto assim de mim? – ele perguntou com olhar de ‘’medo’’.

- Claro que gosto! Pergunta idiota... – eu ri – É que eu gosto tanto de você, e isso levou anos, e você me conhece há uma semana apenas e já fala isso. Será que não estamos nos precipitando?

- Eu sei, eu tenho essa mania de me envolver rápido demais... – ele olhou pra baixo. – então, vamos esperar pelo menos um mês pra concretizar algo, okay?

- Ok, concordo. – ficamos sentados por volta de mais trinta minutos. Depois que a chuva passou, fomos embora. Nosso piquenique ficou em ruinas. Era mais ou menos sete horas da noite, ele parou em frente ao meu hotel.

- Você podia dormir comigo hoje. – Niall disse com a mão direita no volante e olhando pra mim.

- O que? – eu fiquei assustada.

- Não dormir de... Quero dizer, só dormir. Tipo, dormir lá no meu apartamento. – Niall explicou rindo.

- Ah sim. – eu ri. – Tudo bem, mas tenho que subir pra avisar a Sam e pegar minha mochila pra eu ir para a aula amanhã.

- Tudo bem... Posso subir com você? – Niall perguntou.

- Claro! – eu disse abrindo a porta do carro. Niall saiu também e colocou o alarme no carro. Entramos no hotel e tinha três meninas que pareciam ser ‘’normais’’, mas quando viram Niall, logo surtaram.

- Oh my God! É o Niall! – uma delas apontou para Niall. Ele estava de mãos dadas comigo. Ele foi em direção a elas sem hesitar.

- Hey girls! – Niall disse para as meninas, eu estava um pouco distante deles, apenas esperando.

- Antes de tudo, pode tirar uma foto com a gente? – uma das meninas falou com um sorriso grande no rosto.

- Claro! – Niall se posicionou para a foto.

- Você quer que eu tire a foto pra todos saírem juntos? – eu perguntei.

- Ai, por favor! – uma delas me entregou a câmera. Eu tirei a foto. Todas elas ficaram muito felizes. Niall ficou por volta de cinco minutos conversando com elas, uma delas perguntou se eu e ele estávamos namorando, ele não confirmou nada, mas ele disse que estava saindo comigo, nesse instante, eu estava esperando o elevador para subir. Elas foram muito simpáticas.

- Bem, meninas, eu preciso subir. Eu vou descer daqui a pouco, se quiserem me esperar. – Niall disse.

- Aham! Iremos esperar! – elas disseram.

- Okay, see y’all. – Niall e eu entramos no elevador. Era a primeira vez que eu tinha visto aquilo acontecer com ele. Chegamos no quarto, Zayn estava lá junto de Sam, eles estavam assistindo TV, e o quarto todo estava bagunçado.

- Nossa! O lixeiro não passou aqui hoje não? – eu brinquei tirando meu cardigã.

- Oi pra você também, El. – Sam disse deitada na cama.

- Oi, sua coisa. – eu fui até ela. – vou dormir na casa de Niall! – eu falei pra ela em português. Ela levantou da cama, ficando sentada.

- Sério? Depois eu quero saber de tudo! – Sam ficou animada.

- Claro que sim, né! E eu também quero saber de você e Zayn okay, sua bitch. – eu me levantei, e fui arrumar minhas coisas. Niall tinha ido para um canto falar com Zayn.

- E aí, cara, já rolou algo mais sério? – Zayn perguntou para o Niall.

- Mais ou menos, mas estou gostando muito dela. Acho que podemos namorar sim, ela é muito legal, divertida, um doce... – Niall cruzou os braços. – e você e Sam?

- Ah, eu e Sam estamos nos dando muito bem. Ainda não falamos em namoro, estamos deixando as coisas fluírem, ela não quer um relacionamento muito sério agora, e nem eu. Vamos ficar apenas... Na verdade, vamos namorar, mas sem esse nome ‘’namoro’’, entende? – Zayn falava com as mãos dentro do bolso. Eles ficaram conversando enquanto eu estava arrumando tudo. Quando terminei, descemos e as meninas ainda estavam lá. Eu fui direto para o carro colocar minhas coisas lá, Niall demorou uns doze minutos para voltar para o carro. Quando ele entrou, ele partiu com o carro e fomos embora. Chegando no apê dele, tirei minhas sapatilhas, joguei minha bolsa no chão e deitei no sofá. Niall foi tomar banho e eu fiquei assistindo TV. Depois que ele saiu do banho, comemos alguma coisa bem rápido e ele foi arrumar a cama. Eu fui tomar banho, e meu pijama era um short curto rosa bebê com coraçõezinhos e uma blusa da mesma cor do short escrito ‘’take me home’’. (Bem legal o nome né? Rsrs’) Niall estava com uma bermuda normal azul marinho e sem camisa. Ele preparou uma caminha pra ele no chão, e a cama pra mim.

- Suas pernas são tão brancas... – Niall disse olhando pra mim.

- Até parece que você é o cara mais preto do mundo. – Nós rimos.

- Sua boba! É que é a primeira vez que as vejo.

- Eu sei. Por isso que eu não queria que você me visse. – eu fiquei com vergonha.

- Ah, deixa de bobeira. Você tem as pernas mais lindas. São grossas! – Niall quis melhorar a situation.

- Obrigada. Nialler, deixe-me dormir no chão, aqui é seu apartamento, durma na cama. – Eu disse com os braços cruzados, e de frente pra ele.

- Não! Eu durmo no chão, eu gosto. – Niall me deu um beijo na bochecha e sorriu.

- Gosta nada... Porque você não dorme no sofá pelo menos, é mais confortável. – eu disse levantando o lençol e deitando-me na cama.

- Não, quero ficar aqui com você. Se algo acontecer, eu posso te proteger. – Niall disse deitando no chão.

- Me proteger... Sei.  – eu sorri. – boa noite, baby.

- boa noite, El. – Niall disse fechando os olhos. Eu dormi bem rapidinho, mas Niall estava inquieto, pois dormir no chão é muito desconfortável, né. Era umas duas horas da manhã, eu acordei.

- Niall? Você está acordado? – eu perguntei levantando a cabeça.

- Sim, El, aconteceu alguma coisa? – Niall ficou sentado.

- Vem cá, dorme aqui na cama comigo. – eu cocei o olho. Ele sem hesitar foi. Ele deitou-se na cama e se cobriu.

- Por que me chamou? – Niall disse se ajeitando.

- Porque eu sei que dormir no chão não é bom... – Eu disse sorrindo.

- Uhum... Sério? – Niall não acreditou e riu.

- É sério... E está muito frio, e você é quentinho. – eu me ajeitei na cama. Niall só riu. Ele ficou deitado de lado, de frente para as minhas costas, eu estava muito sonolenta e peguei no sono muito rápido de novo, ele chegou mais perto e colocou seu braço esquerdo em volta de mim. Estava tão quentinho e bom! Assim dormimos. Pela manhã, eu acordei atrasada para a aula, e ele atrasado para a entrevista que ele ia dar para o Alan Carr: Chatty Man. Saímos que nem desesperados do apê, ele me deixou rapidinho na escola, e ele foi correndo para a gravação. Chegando lá, ele foi para o camarim, fez maquiagem e tudo mais. Ele estava nos bastidores com os meninos.

- Hey, Niall! – Louis disse batendo no braço de Niall.

- Hey... Estou muito atrasado? – Niall disse ajeitando sua camisa dentro da calça.

- Não. Mas por que você se atrasou? Aquela garota que você tanto fala? – Louis perguntou.

- Sim. Acho que amanha vou leva-la ao estúdio pra vocês a conhecerem. – Niall se abaixou pra amarrar o tênis.

- Hum... Legal, leva sim. E como ela é? – Louis perguntou com as mãos no bolso.

- Ela é branca, alta, não é magra, tem a bunda muito bonita, pernas grossas, peitos não muito grandes, porém ótimos... Esqueci-me de algo, Niall? – Harry se intrometeu na conversa. Louis riu da cara que Niall fez.

- Você só se esqueceu de enfatizar uma coisa... – Niall colocou a mão esquerda no bolso, e fez gestos com a direita. – A bunda dela é a bunda mais incrível que já vi! – Ele disse fazendo Louis e Harry rirem.

- Maior que a sua até, Louis. – Harry brincou.

- Então é grande mesmo! – Louis disse. Eles ficaram conversando enquanto Zayn e Liam estavam ao lado.

- Hum... Samanta acabou de me mandar uma mensagem. – Zayn disse mexendo no iPhone dele.

- Você deveria falar logo o que sente por ela. – Liam disse olhando pra ele.

- Eu sei... Mas acho que é muito cedo. Amanhã eu falo tudo pra ela. – Zayn falou sorrindo.

- Nossa! Fez muita diferença! – eles riram. Alan Carr já tinha começado a falar, e ele iria apresentar os meninos. Eles estavam lindos! Alan apresentou e eles entraram, a plateia surtou demais!

- Hey, little charming boys. – Alan disse abraçando cada um deles, e eles riram. Eles foram se sentar no sofá.

- Então, quarta vez de vocês aqui! Já são de casa, e eu confesso pra vocês que meu armário de One Direction aumentou! Tive que comprar outro! Estou quase comprando vocês de uma vez... – Alan fez piada, todos riram. – Então, como vocês estão? Novo álbum, nova turnê, novos cabelos...

- Ah sim, o meu. – Liam disse mexendo no cabelo.

- Isso, não bastava tentar uma cópia do Harry, agora quer radicalizar? – Todos riram.

- Pois é, mas eu acho que eu fiquei melhor do que todo mundo assim. – Liam passou a mão na cabeça.

- Eu ainda prefiro o Zayn. – Disse Harry abraçando o Zayn, era brincadeira, obvio. Eles conversaram sobre outras coisas, até chegarem ao assunto ‘’namoro’’.

- Então, quem de vocês está namorando? – Alan perguntou. Liam levantou o braço, apenas ele.

- Wow! O que aconteceu com Eleanor, Louis?

- Bem, nós decidimos terminar. Percebemos que estávamos sendo melhores amigos e não namorados de verdade, então terminamos e ficamos melhores assim. – Ele explicou.

- Entendi... E Niall, por que você levantou só a mão? É preguiçoso demais pra levantar o braço?

- Não... – Ele riu envergonhado.

- É que ele está enrolado, não namorando, então... – Harry respondeu por Niall rindo.

- Hum... Verdade? E isso tem algo a ver com a garota dessa foto? – Alan perguntou apontando para a foto que estava numa TV grande, era uma foto minha e do Niall quando fomos ao mercado. Niall ficou vermelho e riu.

- É... Na verdade... Hum... É, sim. – Niall disse coçando a cabeça e gaguejando.

- Vocês são tão fofos juntos, sinto algo no ar! – Alan disse.

- Love is in the air! – Liam brincou.

- Totalmente! Vocês estão ficando, né? – Alan perguntou.

- É...  Está acontecendo algo... Estamos muito juntos. – Niall disse sorrindo.

- Hum... Danadinho! – Alan deu um tapa na perna de Niall.

- Awww, Elen vai tirar a inocência do meu menino. – Louis abraçou Niall, e todos riram.

- E você, Zayn? Você também tem se encontrado com alguma girl, enrolado alguém... – eles riram.

- Eu tenho saído com uma menina, não sei no que vai dar. – Zayn disse com vergonha.

- Hum... Bom. Esse é o nosso Zayn de poucas palavras! – Alan brincou. Ele fez algumas outras perguntas, o programa foi bem legal. Depois da gravação, eles foram para o carro o qual levariam eles para o estúdio. Enquanto isso, eu estava andando pela escola com Sam, era horário de almoço. Estávamos comendo um delicioso cachorro quente.

- Sabe, El, às vezes sinto que Zayn não quer seguir em frente... – Sam disse antes de dar uma mordida no hot dog.

- Por que você diz isso? Ele parece tão a fim de você. – eu disse limpando a boca.

- Eu sei, mas ele parece que está com medo. – Sam olhou pra mim rápido.

- Talvez ele esteja mesmo, medo de não dar certo, medo de você ir embora, medo de às vezes não dar a atenção que você precisa... Zayn é um cara medroso e não o tipo que confia em todo mundo, a gente sabe disso. – nós paramos de andar.

- Eu sei, mas então, será que ele não confia em mim? – Sam perguntou.

- Não, só acho que você deveria deixar as coisas fluírem mais.

- Então, eu deveria tomar a iniciativa? – Sam disse esperando realmente um bom conselho de mim.

- Olha, Sam, não sei se meu conselho é bom, mas acho que se ele está com tanto medo assim, faça ele ter confiança nele mesmo, faça-o ver que pra você, ele pode ser um superman. Ele se sentirá melhor e confiante de si mesmo. Você é uma mulher, você consegue. – eu mordi o hot dog.

- Verdade... Vou tentar fazer isso. – Sam disse de boca cheia.

- Depois você que é mais velha aqui... Ai ai, viu. – Eu ri.

- Sua idiota! – Ela riu. – e você e Niall?

- Estamos bem. Ontem ele avançou um pouco o sinal, quando a gente estava no parque... Pensei que iriamos perder o controle ali mesmo. – eu sorri.

- Sério? Ai amiga, me fala. Ele tem pegada? – Sam perguntou rindo.

- Olha, Samanta... Ele tem! Tem cara de santo, mas não é não! – eu respondi suspirando.

- Ai, imagino! – sentamos na beira do chafariz que tinha no meio do pátio da escola e terminamos de comer. Depois fomos para a aula novamente e mais tarde fomos para o hotel. Naquele dia, Niall havia me ligado. 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...