Irresistible

”Until I met you, I could not imagine going through life with one person. Now I can not imagine going a day without you.”

”Até conhecer você, não me imaginava passando a vida com uma única pessoa. Agora não consigo imaginar passando um dia sem você.”

17Likes
9Comentários
6845Views
AA

19. Capítulo 19

Depois de alguns dias, conversei com o professor Oliveira dizendo que precisaria me afastar da padaria em Paris por um tempo, para organizar o casamento, e tudo mais. Ele aceitou. Despedi-me de Éric, do resto do pessoal da padaria, de Raul e dos meus avós.

  Voltamos para Londres, pois ainda estávamos decidindo se o casamento seria lá ou na Irlanda. Niall e eu concordamos que queríamos algo muito simples, apenas para familiares e amigos, e queríamos que fosse logo, em algumas semanas.

- De quem foi a ideia de fazer o casamento em poucos dias? – Sam perguntou sentando-se ao sofá, ela estava imensa, e nós estávamos no apartamento de Niall.

- Ideia dele. Ele não quer esperar. – Eu disse sentada no chão e folheando algumas paginas de revista. – Ah! Não consigo achar o vestido perfeito! – Eu joguei as revistas para o lado e deitei no chão.

- Calma, queridinha... – Sam estava comendo biscoito. – Por que você não manda fazer do jeito que você quer?

- Sairia muito caro, e Niall já está pagando por tudo...

- Elen... É seu casamento! Tem que ser como você quiser, se Niall quer pagar, deixe-o que pague! – Sam disse de boca cheia. E eu fiquei pensando naquilo.

- Oi, meninas... – Niall disse chegando no apartamento, eu chutei as revistas para baixo do sofá. – Oi, amor. – Ele se abaixou para me beijar.

- Oi... – Eu sorri e fiquei pensativa. – É... Vou tomar banho. – Me levantei e saí da sala, deixando Niall e Sam sozinhos.

  Alguns minutos depois, Sam foi ficar no quarto comigo. Eu não tinha ido tomar banho, eu estava sentada na cama com o laptop no colo pesquisando algumas coisas, quando ela tirou um pequeno caderno de dentro da bolsa, e um lápis.

- El... Como seria o vestido perfeito na sua mente? Diga-me, eu posso desenhar e te ajudar a pesquisar quando eu estiver em casa... – Sam me disse.

- Ai, Sam... Seria lindo... – E eu comecei a contar para ela. Quando ela terminou o desenho, ficou exatamente como eu queria, perfeito!

  Um pouco de tempo depois, Zayn foi buscar Sam. Ficou apenas Niall e eu, até porque eu não tinha pra onde ir. Todos os alunos da república mudaram. Esther tinha voltado para Israel, e Yuka para Cingapura.

- Amor... Você vai chamar seus pais para o casamento, né? – Niall perguntou. Estávamos deitados no sofá, eu em cima de seu peito.

- Não sei. Na última vez que falei com meu pai, nós brigamos. Eu realmente o queria no casamento, mas não sei se tenho coragem de ligar para ele. – Eu disse.

- Eu acho que você deveria ligar... – Ele disse me fazendo cafuné. – Falando nisso, preciso falar com toda minha família para virem a Londres... A família é grande.

- Por que não fazemos o casamento em Mullingar? – Eu sugeri.

- Em Mullingar? Pensei que você não gostava de lá.

- O que? Eu amei aquele lugar! Eu queria ter ido mais vezes para lá. – Eu disse ficando sentada.

- Será em Mullingar então. – Niall disse sorrindo e chegando perto para um beijo. Ficamos uns segundos nos beijando. – Sabia... Os meses que ficamos separados foram os piores meses que já vivi.

- Também não exagere... – Eu comentei sorrindo e desviando o olhar.

- Estou falando sério, El. Não quero te perder nunca mais. – Ele olhava em meus olhos tão fixamente, que eu suspirava e ficava indefesa. O beijei, e dormimos ali mesmo.

  Os dias foram passando, o casamento estava chegando, e Niall e eu fomos para Mullingar. Apesar do pouco risco, Sam também foi comigo. Reencontrei toda família de Niall, e Theo estava enorme e tão fofinho. Eu havia enviado os convites do casamento para todos os meus amigos, e tinha ligado para Esther, Yuka e Luca. Todos disseram que estariam no casamento. E eu precisava ligar para os meus pais... Por varias vezes eu discava o numero de telefone, e apagava. Não conseguia ter coragem. Eu tava sentada na cama de Niall, no antigo quarto dele, quando ele entrou.

- Oi, amor. Está fazendo o que? – Ele perguntou sentando-se ao meu lado.

- Tentando ligar para o meu pai... – Eu respondi olhando para o telefone.

- Bem, é só ligar e pronto, não?

- Não... Estou com medo do que ele vai falar. – Eu olhei para o Niall.

- Digite o numero de novo. – Ele disse, e eu digitei.

- E agora? – Eu perguntei.

- Agora me dê isso. – Ele pegou o telefone das minhas mãos e se levantou.

- Niall, me dê isso, pelo amor de Deus.

- Não... Está chamando! – Ele estava em pé de frente pra mim. – Tome, ele vai atender. – Niall me entregou o telefone. Continuava chamando, e ninguém atendia.

- Foi para secretária eletrônica. – Eu disse para Niall. Então eu deixei um recado. – Oi, pai. É... Bem, é a Elen. Como você já deve saber, eu me mudei de Paris, e... Bem, eu vou me casar. Só queria te avisar, caso você queira vir... Mas eu sei que você é muito ocupado, mas... Bem, o casamento será na Belvedere House, em Mullingar na Irlanda... É isso... Mande um beijo pra minha mãe... Tchau. – E eu desliguei o telefone e o joguei na cama. – Ai meu Deus... – Eu arregalei os olhos, deitei na cama e afundei minha cabeça no travesseiro.

- Calma, El... Tudo vai dar certo, você vai ver. – Niall dizia mexendo no meu cabelo.

- Tomara... – Eu me virei e olhei pra ele.

- E o vestido? Já escolheu? – Ele perguntou.

- Não me fale sobre vestidos, porque me dá vontade de chorar! – Eu disse rindo da minha própria desgraça.

- Ainda não encontrou?

- Não... Não consigo achar um perfeito. Mais tarde eu vou à cidade com sua mãe para tentar achar um.

- O que? Não. – Niall ficou um pouco em pânico.

- Por que? Preciso procurar, amor. – Eu disse pra ele me levantando da cama.

- Procure amanha, ou depois de amanha... Hoje eu tenho planos pra gente. – Ele se levantou também.

- Mas você não me avisou nada. Como vou desmarcar com sua mãe? – Eu disse me olhando no espelho.

- Eu falo com ela... Mas hoje só quero eu e você. – Ele me abraçou por trás.

- Niall... Se lembra do que eu te disse? Só depois do casamento. – Eu sorri.

- Mas eu não disse nada. É só um simples jantar com minha noiva, não posso? – Ele fez a feição mais sínica de todas.

- Uhum, sei. Tomara mesmo.

- Eu não vou precisar fazer nada, porque eu sei que você que vai me pedir. – Ele me apertou forte.

- Pedir o que? – Niall não disse nada, apenas levantou a sobrancelha e deu um sorriso safado. – Eu? Não não, eu sei bem me controlar.

- Veremos! – Ele agarrou meu rosto e me beijou. – Para facilitar, vá apenas com um vestido, por favor.

- Niall! – Eu me espantei, mas ao mesmo tempo sorri. – Você é louco. Vou pensar no seu caso, agora me dê licença porque preciso ajudar seu pai com o almoço. – Ao tentar sair, Niall me puxou mais uma vez para um beijo.

- Só mais um beijo. – Ele me deu um beijo tão quente, que tive que ‘’ir ao banheiro’’ logo após.

  Bem, chegando a noite, eu escolhi: um vestido tubinho preto, até abaixo do joelho, com mangas. Nada muito extravagante. Maquiagem: batom vermelho e rímel. Cabelo: jogado para o lado esquerdo. Sapato: peep toe preto com o solado vermelho. Eu estava um pouco nervosa, pois seria minha primeira noite romântica com o Niall após nossa reconciliação. Eu saí do banheiro, e dei de cara com ele me esperando no corredor.

- El... Nossa... – Niall ficou parado, olhando fixamente pra mim. – Você está maravilhosa. – Ele disse me pegando pela cintura.

- Obrigada. – Eu disse com um pouco de vergonha. Ele estava tão lindo, tão cheiroso, tão sexy, tão gostoso... Ele estava vestindo uma calça preta, blusa branca com a gola bem aberta e uma jaqueta de couro preta. Eu mal tinha o beijado, e já o queria. – Bem, vamos?

- Vamos, claro. – Ele estava meio desnorteado. Entrando no carro, eu perguntei para onde iríamos, e ele disse que seria um restaurante italiano. Chegando lá, era um lugar não muito grande, porém muito bonito e aconchegante, o nome era JP’s Steak House & Italian Restaurant.

- Você já veio nesse restaurante antes? – Eu perguntei pra ele. Ele estava sentado na minha frente.

- Sim, com alguns amigos, mas faz muito tempo. – Ele respondeu após ter dado um gole na água.

- E para onde vamos depois daqui?

- Isso é uma surpresa. – Ele disse. Jantamos, bebemos, e eu não nego, eu estava muito nervosa imaginando o que Niall havia preparado.

  Saindo do restaurante, ele me levou para outro lugar. Estava muito tarde, então eu percebi que não voltaríamos mais para casa aquela noite. Eu não estava totalmente sóbria. Chegando ao local, eu fiquei deslumbrada. Um hotel muito bonito, com luzes lindas, jardim incrível e um rol enorme, o nome era Mullingar Park Hotel. Fomos para recepção, e Niall tinha uma reserva.

- Boa noite, Senhor Horan. Aqui está a chave para The Park Suite. – A recepcionista logo disse.

- Obrigado. – Niall pegou a chave e me puxou pela mão. Estávamos esperando pelo elevador, e eu não conseguia olhar pra ele. Se eu olhasse para o Niall, eu o agarraria ali mesmo. Entramos no elevador, e eu tentei não me aproximar dele, e ele soltou um sorriso.

- Por que está rindo? – Eu perguntei.

- Nada... Só é engraçado você me ‘’evitando’’. – Ele disse sorrindo.

- Eu não estou te evitando. – Eu disse em baixo tom.

- Sim, você está. – Ele chegou bem perto, me pressionando contra a parede do elevador. – E não adianta fazer isso, porque você vai acabar cedendo que eu sei. – Ele ficou tão perto, parecia até nossa primeira vez. Minha respiração estava rápida demais.

- Não vou ceder. – Eu disse dando um selinho nele, logo após, chegamos à suíte. Que quarto maravilhoso. Era enorme! E o banheiro... Ah! O espelho era imenso. Eu estava ficando cada segundo mais nervosa. Fui para o banheiro, tirei os sapatos, coloquei a bolsa pendurada na porta, e me apoiei na pia com os braços e abaixei a cabeça, eu estava tensa. Saí do banheiro, e Niall estava sentado no sofá bebendo uísque. – Então...

- Então... – Niall se levantou e tirou a jaqueta.

- O que vamos fazer? – Eu dei uma de sonsa. Eu estava parada encostada na parede olhando pra ele.

- Não sei, me diz você. – Niall estava tão sexy. O que ele fez pra ficar assim? Eu estava pegando fogo por dentro, mas meu orgulho ainda estava prevalecendo um pouco. Ele estava parado na janela e ainda com o copo de uísque na mão.

- Ah... Eu não sei... Assistir TV talvez? – Eu sorri pra ele.

- Você não quer assistir TV, Elen. – Ele sorriu.

- Não? Então o que você acha que eu quero fazer? – Eu perguntei olhando fixamente pra ele.

- Você quer tirar a minha roupa, me beijar... Você quer que eu tire esse seu vestido, e te jogue naquela cama. – Niall disse colocando o copo em cima da mesinha e sentando na cadeira. Ele não sorria, ele estava totalmente sério, e isso o fazia ainda mais sexy. Eu fiquei calada, apenas olhando pra ele e me contorcendo por dentro. Eu estava ofegante sem ao menos ter me esforçado para fazer nada. Ele olhava pra mim, e eu olhava pra ele, silencio total. Eu fui me aproximando, e fiquei de frente pra ele. O peguei pela mão, o fazendo levantar. Ele colocou as mãos na minha cintura. Estávamos muito perto, eu sentia a respiração dele. Eu cheguei perto do ouvido dele e disse:

- Quer saber?

- Hum... – Ele meio que ‘gemendo’.

- Que se dane! – Logo após ter dito isso, eu comecei a beijá-lo. Eu pus minhas mãos por dentro da camisa dele, já querendo tirar, e consegui. Ele apertou meu bumbum bem forte e beijou meu pescoço. Fui o empurrando, até chegarmos ao sofá. Ele se sentou e levantou meu vestido, assim eu me sentei em cima dele. Ele continuou beijando meu pescoço, com as mãos no meu bumbum, e abaixando a parte de cima do meu vestido com a boca. Ele colocou as mãos por baixo do vestido.

- Só com o vestido, assim como eu pedi, né. – Ele disse dando um sorriso safado. E eu sorri de volta. Eu já sentia ‘uma parte’ dele ficando animada. Ele se levantou, e eu fiquei com minhas pernas em volta dele, e ele me levou para cama. Ele me deitou lentamente, e me beijando. Foi tirando meu vestido pouco a pouco. Ele estava em cima de mim, foi beijando meu pescoço, meus seios, minha barriga, e todo o resto. Foi uma noite maravilhosa. Posso dizer que foi a melhor noite da minha vida. 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...