Irresistible

”Until I met you, I could not imagine going through life with one person. Now I can not imagine going a day without you.”

”Até conhecer você, não me imaginava passando a vida com uma única pessoa. Agora não consigo imaginar passando um dia sem você.”

17Likes
9Comentários
6847Views
AA

18. Capítulo 18

- Oi. – Niall disse com uma voz macia, um sorrisinho e olhos brilhantes.

- O que você está fazendo aqui? – Eu disse depois de longos segundos, eu não conseguia respirar direito.

- Eu vim para ver você. – Ele se aproximou, e eu dei um passo para trás.

- Não se aproxime... – Eu disse tentando não olhar pra ele. – Mas eu não quero te ver, então... – Eu estava tentando ao máximo evitá-lo.

- Amor, não faça isso... – Ele se aproximou de novo.

- Fique longe, por favor. – Eu dei mais alguns passos e fui para o outro lado da cama.

- Você nunca vai me perdoar? – Niall perguntou olhando fixamente pra mim.

- Eu perdoei você há um bom tempo. – Eu disse olhando para baixo. – Eu só não confio mais em você.

- Eu sei, amor, mas...

- Não! – Meu coração começou a acelerar. – Não me chame de amor!

- Elen... Eu fui um idiota, um babaca, estúpido, mas não foi minha culpa!

- Niall... Não diga isso, é ainda pior...

- Eu sei que errei...

- Sim, você errou.

- Mas você nunca fez algo estúpido também? – Ele perguntou gesticulando suas mãos.

- Claro que sim, mas... Mas você disse que nunca me magoaria! Nunca! Como vou acreditar em você de novo? – Nós ficamos em silencio por alguns segundos. Meus olhos já estavam cheios de lagrima, e eu estava olhando pra ele, bem fundo em seus olhos. – Doeu, Niall... Doeu saber que de repente eu não te tinha mais... Eu não consigo tirar você da minha cabeça... – Eu comecei a me movimentar, não conseguia falar nada completo. – Eu tentei algo com Harry, e funcionou por um tempo, mas quando eu ficava sozinha, era você, você que estava na minha mente vagando... – Eu respirei fundo. – Mas... Mas não dá! – Eu me virei de costas pra ele.

- Você não vai voltar comigo, né? – Niall perguntou chegando perto de mim.

- Não. – Eu disse olhando para baixo.

- Nem se eu disser que te amo, e que sou um homem melhor agora?

- Isso não muda nada.

- Nem se eu disser que eu parei de beber por você?

- Bom pra você. – Eu ainda estava de costas pra ele.

- E se eu te pedir pra ser minha esposa? – Eu olhei de lado, e ele ficou de joelhos.

- O que? Não, Niall, se levante. – Eu fiquei nervosa.

- Elen... Eu sei que vamos ter dificuldades, eu sei que talvez um dia, um de nós ou nós dois iremos ter vontade de pular fora, mas eu te garanto que se eu não pedir pra você ser minha, eu vou me arrepender para o resto da minha vida. – Ele abriu uma caixinha. – Elen LeFèvre, você quer se casar comigo?

- Como você ousa a vir aqui depois de tudo isso e me perguntar se quero casar com você? – Eu disse com lagrimas caindo no meu rosto. – Você realmente achou que eu me casaria com você? Depois de você ter me magoado, beijado outra mulher e mentido pra mim? – Como eu pude dizer todas essas palavras a ele? Ele fez uma feição triste, eu pude ver a tristeza nos olhos dele.

- Acho que não... – Ele fechou a caixinha, e abaixou a cabeça e se levantou. Vi uma lágrima caindo sobre sua bochecha. Eu mantive meus braços cruzados. – Eu tentei com tudo que eu tenho... – Ele estava na porta quase indo embora, quando ele olhou pra mim com os olhos encharcados. – Eu te amo. – E ele saiu. Eu me sentei na cama e soltei um choro preso. Eu estava ofegante. Fiquei alguns segundos com a cabeça baixa.

- Eu também te amo. – Eu disse sozinha no quarto para mim mesmo. – Espere... Eu o amo. – Eu me levantei e corri para porta. – Mas... E se... – Eu falava em voz alta, e a coisa mais estranha aconteceu. Parece que meu coração gritou para o meu cérebro ‘’VÁ ATRAS DELE!’’, e meu cérebro se calou. Eu corri pela casa atrás de Niall. – Niall... Niall!!! – Eu gritava por ele. Ele estava deixando o jardim, pronto para ir em direção a seu carro. Eu estava na porta de casa. – Niall! – Eu gritei mais uma vez com todas as minhas forças, e ele se virou. Ele estava com suas bochechas rosadas de tanto chorar. Ele continuou olhando pra mim. – Você está errado... – Eu corri para junto dele, com meus olhos encharcados de lágrimas.

- O que? Sobre o que? – Ele disse baixinho perto de mim.

- Sim! Eu me caso com você! – Eu pus minha mão no rosto molhado dele. – Eu me caso com você, porque eu não posso passar um só segundo sem você, e eu quero envelhecer ao seu lado... – Eu estava falando rápido e ele abriu um sorriso. –...eu quero ser feliz com você, eu te que... – E ele me calou com um beijo! Eu sorri no meio do beijo, e ele não disse nada, apenas sorriu. O maior sorriso que já tinha visto. E ele me beijou, e me beijou, e me beijou. Aquele beijo doce, apaixonado e amoroso. Nós paramos.

- Eu nunca, NUNCA vou te decepcionar de novo, NUNCA! – Ele disse com sua testa encostada na minha e com suas mãos nas minhas bochechas. – Eu te amo, eu te amo, eu te amo. – Ele ia dizendo no meio do beijo. Nós acabamos sentando na grama do jardim.

- Espere... – Eu me afastei do beijo. – Como você ficou sabendo onde eu moro?

- Harry me pediu para vir, e eu vim na mesma hora. – Niall disse mexendo no meu cabelo. O sol estava na direção do rosto de Niall, ele estava lindo.

- Harry... ? Nossa... – Eu olhei para trás e não vi Harry. – Espere um pouco, preciso fazer uma coisa... – Eu me levantei e fui para dentro de casa. Niall se levantou e foi falar com Zayn e Sam os quais estavam sentados no banco do jardim. – Harry? Harry? – Eu o chamava pela casa. – Harry, onde você está? – E quando entrei no corredor, ele estava sentado na cama de seu quarto.

- Hey... – Ele disse olhando meio de lado, ele estava de costas pra mim.

- Como você está? – Eu me sentei ao lado dele, colocando minha mão direita em sua perna.

- Bem, e você? – Ele perguntou dando um pequeno sorriso e olhando pra mim.

- Bem... – Eu olhei para baixo. – Niall me contou que foi você que o chamou pra cá.

- Imaginei que ele tivesse contado... – Ele disse olhando para janela.

- Por que você fez isso? Se você gosta de mim, não iria querer a presença dele comigo de novo...

- Elen, entenda uma coisa... – Ele olhou fundo em meus olhos, quase penetrando a minha alma. – Eu não gosto de você... Eu te amo. E quando amamos alguém, só queremos ver a pessoa feliz, seja com quem for. E você não estava cem por cento feliz comigo. – Harry dizia desviando o olhar. Eu estava sem palavras. Não sabia o que dizer a Harry.

- Eu... Eu não sei o que dizer...

- Não precisa dizer nada, El. Seja feliz com ele. – Ele pegou em minha mão e sorriu.

- Mas e você? – Eu olhei em seus olhos.

- Eu vou ficar bem, não se preocupe. – Ele sorriu. – Você foi certamente uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida, mas de alguma forma, você foi A melhor coisa que aconteceu na vida de Niall. Sei o quanto vocês dois devem ficar juntos. – Ele parou por alguns segundos. – Só não sofra de amor de novo não, por favor. Case-se com ele. – Ele brincou. Eu soltei uma risada tímida.

- Eu te amo, Haz. – Eu disse deixando uma lágrima cair. Ele me ajudou tanto, que eu não tinha palavras para agradecer. Eu me levantei da cama e ia saindo do quarto. Parei na porta do quarto e voltei em direção a Harry, abaixei minha cabeça, com minhas mãos em seu rosto e dei um pequeno beijo em seus lábios. Afastei-me de sua boca, ainda com nossos olhos fechados.

- Um último beijo... – Eu disse baixinho. Ele me abraçou pela cintura, e encostou sua cabeça na minha barriga, e eu o abracei forte. Nos afastamos e sorrimos um para o outro. Saí do quarto e fui para o jardim ao encontro de Niall de novo.

- O que aconteceu? – Niall disse de frente pra mim e mexendo em meu cabelo. Estava um belo dia de sol.

- Nada, apenas conversei com Harry. – Eu disse.

- Ok. – Ele me pegou pela cintura. – Por que não vamos para o seu quarto? Estou com tanta saudade de... Você sabe. – Ele disse com uma feição safada. Eu apenas ri por uns segundos.

- Nada disso! – Eu disse rindo. – Só depois do casamento agora. – Eu me afastei indo em direção a Zayn e Sam.

- Ah não, por favor, El... – Ele foi atrás de mim reclamando. Nos sentamos perto de Zayn e Sam e começamos a conversar. Alguns minutos depois, Harry veio até nós, e entrou na conversa também. E foi assim, tudo calmo e entre amores e amigos durante alguns poucos dias.

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...