Niall Horan is my Angel

* Eu adoro os One Direction e o menino por qual eu tenho um carinho especial é o Louis mas como ele namora e eu não gosto nada de tirar personagens ou fazer delas más porque eu adoro a Eleanor, vou escrever sobre o Niall porque ele para já não tem namorada, podia escrever com o Harry mas esse vou deixar para outra menina (: *

1Likes
3Comentários
1454Views
AA

7. Capítulo 5 - O Pacto

 

Eles saíram, e logo a seguir saí eu.

 

** 5º Capítulo – O Pacto **

 

*Em casa*

- Princesa, preciso de falar contigo sobre o que se passou ontem.

- Diz Harry, já te disse que não és o culpado, pensei que já tivesses tirado essa ideia da cabeça.

- E já tirei, mas a partir de hoje andas sempre comigo ou com algum dos rapazes, não te quero sozinha por aí, é tudo muito recente Ruth. Mas não era sobre isso que eu queria falar contigo princesa. É sobre a cena do Niall aquilo foi mesmo estranho, ele paralisou mesmo e diz que ouviu os teus pensamentos, lembraste daquilo que a avó te disse quando eras pequenina sobre aquilo de quando te apaixonares o teu dom iria ser partido em 2 e partilhado pelo casal?

- Sim lembro-me mas não tem nada a ver Harry, eu também não sei explicar o que se passou, mas acho que se eu tivesse apaixonada eu saberia não achas?

- Sim, mas lá sei era a única razão que eu via para explicar o que se passou ontem.

- Foi uma coisa do momento não te preocupes, aquilo de certeza que não volta acontecer.

- Está bem princesa, eu vou fazer o comer. Eles vêm aqui jantar e passar a noite, porque amanhã temos a reunião com o Simon. LOUIS VEM CÁ

- Credo, tanto gritaria para quê? Fogo eu tava aqui no quarto ao lado.

- Eu pensei que tivesses na sala, toma conta da minha princesa sff.

- Really Harry?

- A sério maninha, eu avisei-te.

E saiu do meu quarto a rir-se.

- Tapa os ouvidos Lou, TAMOS DENTRO DE CASA HARRY, ISTO É DESNECESSÁRIO.

- Eu gosto de tomar conta de ti pequenina.

- Vocês tratam-me como uma criança. – e fico amuada.

- Não era isto que eu queria dizer, eu gosto da tua companhia tu fazes-me rir.

Eu continuo amuada.

- Bem eu cócegas não te posso fazer, que o teu irmão avisou-me que detestas, ainda irias ficar pior. O quê que eu posso fazer? Deixar-te sozinha? Eu não digo nada ao Harry – e levanta-se e vai em direção a porta.

Num impulso eu corro até ele e digo:

- Não me deixes sozinha pf, tenho medo Lou – e começo a chorar no peito dele.

- Tem calma pequenina eu tou aqui não precisas de ter medo – e aconchega-me mais a ele – Vamos fazer um pacto a partir de hoje eu serei o teu melhor amigo, podes contar comigo para tudo e nunca te deixarei sozinha.

- Eu prometo ser tua melhor amiga para sempre, e tu também podes contar comigo para tudo.

- Primeira coisa a fazer: o teu divórcio com a maldita que te persegue. Em noites de tempestade eu venho passar a noite contigo, se ela vir que está a ser traída pode ser que desista e te dê o divórcio finalmente. Segunda: vais-me contar o que se passou com o Niall ontem, foi mesmo estranho.

- Bem então é assim concordo plenamente com a primeira coisa a fazer, em relação à segunda a minha avó disse-me assim quando eu era pequenina:

“Quando te apaixonares a sério por alguém esse teu dom vai partir-se em dois e passar para essa pessoa, e isto é para a vida porque as pessoas como nós apaixonam-se para sempre por uma só pessoa. Os teus medos, as tuas vitórias tudo será partilhado, como tu te sentires ele sente igual no momento”.

- Estás apaixonada pelo Niall?

- Sim mas não digas nada a ninguém por favor, tou a confiar em ti Louis.

- Eu não digo, podes confiar claro, mas porquê que não contas ao Harry?

- Porquê ele é muito protetor em relação a mim como já reparaste, e não deixa nenhum rapaz de aproximar de mim, eu não entenderia o meu amor, já para não falar que para o Niall eu sou uma simples amiga, enquanto ele não se apaixonar a sério por alguém ele nunca entenderá o amor, portanto enquanto isso não acontece, porque vai acontecer um dia eu sei, este segredo fica entre nós.

- Está bem Best, fica descansada, bem vamos para a sala que eles devem estar a chegar.

 

E lá fomos nós para a sala ver televisão entretanto chegam eles, o Louis foi abrir a porta.

- Olá Mister Malik, esse cabelo mata-me – cumprimentei- o.

- Olá Lili, sim antes que perguntes eu estou ótima – cumprimentei-o.

- Olá Nini, o comer já quase pronto – cumprimentei-o.

- Olá Ruth – disseram todos.

- Bem já valeu a pena vir aqui, só para receber este elogio.

- Pois já deu para perceber que estás bem, bem disposta até demais, detesto que me chamem Lili e tu sabes bem disso porque de certeza que o teu irmão te disse.

- Pois disse, por isso é que te chamei eheheh, ei onde está o Nini?

- GET OUT OF MY KITCHEN, NOW

- Descobri-o eheheh

Ele vinha amuado da cozinha e com a barriga a dar horas.

- Oh Nini estás farto de saber que ele não gosta que ninguém esteja na cozinha quando ele está a cozinhar.

- Sim eu sei, mas eu tenho fome – e fez beicinho.

- Pronto eu vou lá buscar-te alguma coisa, se eu não sobreviver a isto eu adoro-vos a todos, best obrigado por tudo – disse eu ao Louis e comecei a andar devagarinho em direção à cozinha.

Pois parece que me ouviu entrar na cozinha e ia gritar:

- GET OUT Of …

- Desculpa desculpa Harry, eu sei que não gostas, mas o Niall está cheio de fome e vinha só buscar uma peça de fruta e saiu já. – disse rapidamente

- Calma princesa, desculpa eu, não te devia ter gritado, não sabia que eras tu, podes ficar aqui comigo se quiseres.

Quando o Harry diz “se quiseres” é porque sente a minha falta e quer mesmo que eu fique com ele, mesmo sendo uma coisa que ele não gosta, e tenho de ser a dar o primeiro passo

- Quero claro que quero, vou só ali à sala dar esta maçã ao Niall e já venho maninho.

Fui a correr a sala e quando ia voltar a cozinha o Louis olha para mim como quem não estava a perceber, vou a beira dele e sussurro-lhe ao ouvido.

- O Harry sente a minha falta best, tenho de ir animá-lo.

Cheguei à cozinha, o Harry preparar-se para gritar, mas eu já estou agarrada a ele por trás, que ele tava virado de frente para o fogão claro, e dou-lhe muitos beijinhos. Eu agarrada ao meu irmão em biquinhos dos pés a dar-lhe beijinhos, não é bonito de ser ver eheheh

- Tenho saudades tuas maninho, saudades dos nossos momentos, quando brincávamos os dois, feitos parvos e autênticas crianças. Tenho saudades do meu maninho, andas tão distante de mim ultimamente, fiz alguma coisa de mal?

- Tás parva, claro que não fizeste nada de mal, eu é que sou um péssimo irmão, devia-te dar mais atenção e em vez disso o quê que faço? Fujo, eu também tenho saudades tuas maninha, desculpa estar ausente – senti a voz dele a falhar ele estava prestes a chorar então eu agarro-lhe com mais força.

- Não faz mal, depois compensas-me, depois tenho de te contar uma coisa, agora acaba de fazer o jantar que eu vou para a sala, e não te incomodo mais eu sei que gostas de estar sozinho enquanto cozinhas, ate já maninho do meu <3

- Ate já minha princesa – e virou a cabeça para trás para me dar um beijo eu dei-lhe mais um monte de beijos e recompus-me e fui para a sala.

 

O que será que ela tem para contar ao irmão? Sugestões meninas?

#Rute<3

 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...