Niall Horan is my Angel

* Eu adoro os One Direction e o menino por qual eu tenho um carinho especial é o Louis mas como ele namora e eu não gosto nada de tirar personagens ou fazer delas más porque eu adoro a Eleanor, vou escrever sobre o Niall porque ele para já não tem namorada, podia escrever com o Harry mas esse vou deixar para outra menina (: *

1Likes
3Comentários
1455Views
AA

5. Capítulo 3 - O Incidente

 

** 3º Capítulo – O Incidente **

 

Bem eu não sou igual às outras pessoas, pois eu tenho um dom. O dom de ler os pensamentos, mas só posso lê-los a pessoas que eu conheço ou quem eu já falei pela menos uma vez (ou seja meu irmão, a banda, e os empregados dos restaurantes e cafés que nós entramos, porque eu aqui em Londres não tenho ninguém a não ser o meu irmão), mas posso “desliga-lo”, menos quando estou frágil que é o caso, e o meu irmão sabia disso, eu quando estou bem eu desligo-o porque não quero entrar na cabeça das pessoas.

 

#Pensamentos On#

- Mas porquê que ela não se mexe? – pensou o Zayn

- O Harry vai ficar destroçado e culpar-se para sempre se lhe acontece alguma coisa. – pensou o Liam

- Oh pequenina por favor sai daí – pensou o Louis (o Harry tinha-lhe contado)

- Princesa, eu sei me tás a ouvir, eu tou a correr o mais rápido que posso, mas não vou conseguir chegar a tempo, pff sai daí senão eu não aguento, tu és a minha vida pff Ruth.

#Pensamentos Off#

 

Agora eu chorava muito, depois de ouvir aquilo que eles me disseram, mas era mais forte que eu, eu tava paralisada no meio da rua não me conseguia mexer.

“Quando te apaixonares a sério por alguém esse teu dom vai partir-se em dois e passar para essa pessoa, e isto é para a vida porque as pessoas como nós apaixonam-se para sempre por uma só pessoa. Os teus medos, as tuas vitórias tudo será partilhado, como tu te sentires ele sente igual no momento” disse-me a minha avó que também tinha este dom, quando eu era pequeninha, eu cheguei a contar esta conversa ao Harry acho eu.

 

Ora bem onde estava o Niall? Pois o Niall quando estava quase a chegar ao pé de mim, PARALISOU também, e eu comecei ouvir os seus pensamentos.

# Pensamentos Niall On #

- Eih que se passa comigo, porque que não me consigo mexer? Porquê que eu me estou a sentir assim, com medo da trovoada, eu nunca tive medo da trovoada? Devia estar a salvar a Ruth.

- Salva-me Niall, pf eu não me consigo mexer, faz qualquer coisa, o Harry não vai conseguir chegar a tempo – pensei eu para ele me ouvir, ele ficou tão confuso naquele, não sabia o que lhe estava a acontecer.

- Tem calma Ruth, eu também não me consigo mexer, não sei o que se passa comigo.

#Pensamentos Niall Off #

 

De repente oiço alguém a cantar, para me tentarem acalmar – eram o Harry e o Louis.

A voz do meu irmão costuma acalmar-me, consigo abrir os olhos e vejo o carro quase em cima de mim, tinha parado de trovejar, mas eu fiquei demasiado tempo sem auxílio que estava a arder em febre e perco as forças e desmaio e bato com a cabeça fortemente no chão.

O Niall rapidamente consegue apanhar-me e tirar-me dali parece que até voou para ir ter comigo, ele é o meu Anjo da Guarda.

O carro? Bateu num poste qualquer da rua visto que não tinha travões.

Isto tudo aconteceu em breves minutos, tanta pressão e preocupação.

 

Chamam uma ambulância e o meu irmão dá as chaves do carro ao Louis e vai comigo para o hospital. Os outros vão lá ter.

Enquanto eu estou lá dentro a fazer exames.

 

#Harry a narrar #

- O culpado disto tudo sou eu, sou tão estúpido.

- Eu não sei o que se passou comigo, paralisei quando estava a chegar perto dela e depois começo a ouvir ela a falar comigo na minha cabeça, estou a ficar maluquinho.

Neste momento só lá estavam o Harry, o Louis e o Niall. O Zayn como não gosta de hospitais ficou lá fora e o Liam ficou a fazer-lhe companhia.

- Queres que eu conte Hazza? – disse o Louis, para o Harry não se enervar

Ele assentiu com a cabeça.

- Então é assim Niall: A Ruth é uma rapariga especial ela tem o dom de ler os pensamentos das pessoas que conhece, e ela quase que foi violada numa noite de trovoada, a partir de daí ganhou pavor a tempestades e dá-lhe para tremer, paralisar, ganhar febres altas, e desmaiar como viste.

- Okey, mas agora alguém me explica porquê que eu me senti exatamente como ela, paralisei, comecei a ter calafrios como se tivesse febre, ouvi os pensamentos dela, e tive medo da trovoada como dantes eu não tinha.

- Isso eu já sei, amigo – disse-lhe o Louis.

Chega o médico.

Familiares da menina Ruth Styles?

- Sou eu, sou o irmão, como é ela tá? Ela vai ficar bem não vai?

- Lamento dizer isto Mister Styles, mas a menina Ruth bateu mesmo com a cabeça no chão, receio que ela tenha problemas com a memória, os meninos terão de entrar para saber de ela realmente perdeu a memória ou não.

- Tá bem Sr. Doutor.

# Harry Off #

 

Entraram os três no quarto

- Então princesinha como é que estás?

- Eu acho que estou bem, os médicos disseram que eu desmaiei devido a uma quebra de tensão e bati com a cabeça no chão, mas estou um bocado confusa, mas espera aí tu chamaste-me princesinha porquê, nós somos namorados??

- OMD não acredito nisto, ela não me reconhece Louis – e agarrou-se ao Louis a chorar

- Calma Hazza, não pequenina não é teu namorado, somos só teus amigos e tu estás ao nosso encargo, estás a viver connosco.

- Pequenina?!? Eu lembro-me de alguém me chamar isso na minha cabeça, a dizer assim: “Oh pequenina por favor sai daí” foste tu?

- Sim fui, um dia vais perceber o motivo pelo qual eu te disse isso, agora não te posso dizer mais nada.

- E tu és o Niall, certo? Não sei o porquê que só me lembro de ti, parece que temos algo forte que nos une.

O Harry só chorava, tava mesmo mal.

- Sim sou eu o Niall Ruth, eu também não sei, somos só amigos e só nos conhecemos hoje.

- Oh príncipe porquê que estás a chorar? Eu posso não me lembrar de ti mas sinto que és muito importante para mim, não sei porquê? E também não sei porquê que te chamei príncipe. Tu sabes?

- Vê la o que dizes Hazza. – disse o Louis

- Sim sei, nós somos grandes amigos e tratámo-nos assim.

- Eu não tenho família aqui? E eu vou passar aqui a noite sozinha? Não sei porquê mas não gosto de estar sozinha, acho que antes eu não costumava andar muito sozinha.

- Pois não não costumavas, costumavas andar com o teu irmão, mas ele agora não está e eu sou um grande amigo dele, e se não te importares eu passo aqui a noite contigo.

- Onde é que ele está? Desculpa tar a fazer muitas perguntas.

- Não faz mal princesa, eu não posso responder a isso.

- Okey, não faz mal, acho que a hora das visitas está acabar, vocês vão ter de ir.

- Adeus pequenina.

- Tchau Ruth

- Tchau pessoal – dissemos eu e o Harry ao mesmo tempo e começamo-nos a rir.

- Não me deixes sozinha, dorme comigo, tenho medo que me aconteça algo de mal.

- Claro que não deixo princesa, nunca te deixaria sozinha, vá agora tenta descansar, eu estou mesmo aqui não precisas de ter medo.

Aconchegamo-nos, com ele ali ao meu lado eu tinha segurança. E comecei a questionar tudo.

Porquê que o meu irmão me deixou aqui sozinha? Porquê que este rapaz me transmite segurança? Porquê que eu tenho 5 vozes que não me saiam minha cabeça? Porquê que me senti ligada com aquele rapaz loiro de olhos azuis lindo com uma voz maravilhosa? Porquê que eu me sinto estranha e bastante confusa? Tantas perguntas e sem respostas, lá consegui adormecer, dormi com a minha cabeça no peito dele.

 

#Rute<3

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...