As Long As You Love Me

Rafaela é uma menina bem divertida que acaba de passar por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Isso leva ela a morar com os avós em Holmes Chapel. Ela estava convencida de que sua vida lá seria uma droga até que ela conhece umas certas pessoas que viram tudo de cabeça pra baixo. Será que eles vão conseguir fazer ela mudar de ideia? Será que ela consiguira sobrevir a todas essas emoções vindo de uma vez só? (Ta a sinopse não ta tão boa porque eu não sei escrever sinopse, mas a história não ta tão ruim kkkk)

0Likes
0Comentários
2586Views
AA

13. All Too Fast

 

P.O.V Rafa

Ainda tava lá sentada na escada pensando na vida quando sinto alguém tocar nas minhas costas, dei um pulo e só não berrei por que a criatura tapou a minha boca, óbvio que eu já tava quase morrendo de susto. A pessoa sentou do meu lado rindo, claro que era o Harry né.

_Que susto menino!!

_Não lembrava de você ser tão medrosa, ele falou rindo.

_Eu sou bem mais medrosa do que você imagina, neste exato momento eu to com medo de ir pra cozinha então resolvi ficar sentada aqui, falei rindo.

_Porque acordou no meio da noite? Ele perguntou agora sério.

_Pra beber água.

_Aham, me conta outra, Rafa eu te conheço melhor que ninguém eu sei que você só acorda no meio da noite quando tem alguma coisa te incomodando.

_Harry, não é nada eu só... eu ia continuar quando ele me interrompeu.

_Eu sei que você só comi o feijão que a sua vó faz, que se você pudesse você andaria sempre de biquíni, sei que você ainda tem seus bichinhos de pelúcia desde que você tem um ano, mas mais importante sei dizer quando você precisa desabafar com seu melhor amigo.

Como que ele consegui? Como ele consegui tirar um sorriso quando só o que eu quero é chorar, como que ele consegui saber que eu estou mal se nem eu sei o que eu tenho.

_Eu só acho que as coisas tão acontecendo muito rápido, finalmente consegui falar.

_Rápido como?

_Um semana atrás eu estava no Brasil, com meus amigos e minha família toda, estudando como qualquer pessoa normal, e agora eu to aqui sem meus pais morando com meus avós em Londres.

_Tem coisas que a gente não tem como controlar, agora você fez novos amigos, e com isso uma nova família.

_Eu sei, e eu amo vocês, é sério amo mesmo mas eu sinto falta deles sabe, eu tinha eles ali comigo por 16 anos, e agora de um dia pro outro não tenho mais.

Quando eu terminei aquela frase ele não disse mais nada, só me abraçou, e aquilo era tudo que eu tava precisando, deu alguém pra me confortar.

Ficamos um tempo nos abraçando a esse ponto eu já tava chorando e o Harry fazendo carinho na minha cabeça e brincando com o meu cabelo.

_Agora vem, seca essas lágrimas e vamos tomar coragem de entrar naquela cozinha assustadora, o Harry falou se levantando rápido me assustando.

_Vamos então, falei me levantando e enxugando as lágrimas.

Ele pegou minha mão e nós fomos juntos de mãos dadas para a cozinha, ele tentava me puxar pro lado dele mas eu insistia em ficar atras. Chegamos lá e o Harry ligou a luz.

_Foi tão ruim assim? Ele perguntou indo me abraçar.

_Nem tanto, mas só porque você tava aqui pra me proteger, eu falei retribuindo o abraço.

Ele abriu a geladeira e pegou a água eu preguiçosa nem ajudei só me sentei na bancada e esperei ele pegar os copos.

_Aqui princesa, ele falou me entregando o copo de água.

_Brigada príncipe, falei rindo e bebendo minha água.

_Mas e ai quem eram esses seus “amigos” lá do Brasil que você falou antes, ele falou com um tom de ciúmes na voz.

_Eram só amigos, eu falei enfatizando o só e rindo do seu ciúmes, até que era fofo as vezes.

_Ah ta interessante.

_E a sua namorada? Perguntei com a intenção de descobrir se ele tinha uma ou não.

_Ah ela ta bem, quando ele falou isso meu coração parou, será que ele tinha mesmo namorada?

_Bem aqui na minha frente, o nome dela é senhora cachinhos, ele continuou, me fazendo rir.

_Ta e a de verdade? Eu perguntei ainda rindo.

_Eu não tenho namorada pequena, ele falou rindo também.

_Olha Harry Styles solteiro, que interessante.

_Eu sei é que não conheci nenhuma mulher que aguentasse o trampo, ele falou brincando.

_Cala boca Harry, falei rindo e dando um tapa fraco no seu braço.

_Ta agora vamos dormir que eu to com sono, você me fez acordar as 3 da manhã.

_Eu não pedi pra você descer, me virava sozinha, falei descendo da bancada.

_Você estaria até agora naquela escada esperando o sol nascer pra ir pra cozinha.

Subimos as escadas rindo, tentando não fazer barulho o que não deu muito certo. Chegamos no quarto e felizmente ninguém tinha acordado por causa nossa. Eu fui direto pra cama, tava exausta e o Harry me seguiu. Deitamos e ficamos nos encarando rindo por um tempo até que eu resolvo me virar.

_Boa noite pequena, ouvi o Harry falar antes que eu dormisse.

_Boa noite Senhor cachinhos, falei indo dormir.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...