The Interview

Um simples entrevista poderia mudar a vida de algumas pessoas? Bom, e se o simples fato dela ter vindo de Wolverhampton mudasse completamente o rumo de suas vidas? Namorar alguém como eles não seria nada fácil...para nenhuma das duas!

8Likes
36Comentários
5025Views
AA

2. Primeira Conversa

No capítulo anterior...

Skylar Thompson, 18 anos...Consegui um emprego por aqui.

Bati 3 vezes e espera! Liam Payne abriu a porta pra mim?!

Disse que me ligaria assim que marcassem a entrevista...honestamente, torcia pra ser One Direction!

- Vou trabalhar com eles durante algum tempo.

- De hoje em diante você é a entrevistadora e editora da IGo One Direction[...] revista especialmente sobre a One Direction...

Meu celular vibrou, peguei-o e desbloqueei a tela. Era a Brittany. Caminhei até a sacada.

- Não fala nada! Eu tô me mudando pra Londres!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Skylar's POV 

 

Brittany era minha melhor amiga. Melhor amiga mesmo, do tipo irmã! Mantivemos contato mesmo depois que me mudei pra cá. 

- O quê?

- Arranjei um emprego num revista da One Direction - ela era Directioner - e disse pra minha mãe que você morava aí...Espero que tenha um lugar pra mim!

- Claro que tem! Quando você chega?

- Tenho que organizar umas coisas aqui....Provavelmente chego daqui 1 semana no máximo, talvez até menos.

- Ahh, tudo isso?

- Ha ha ha ha é....Mas quando chegar você vai ver só! Vamos colocar nosso papo em dia! 

Rimos. A sala estava meio quieta então resolvi desligar. Não tinha contado pra Britt que eu também trabalhava no mesmo lugar que ela e que tinha conhecido os meninos...Ainda. Voltei pra sala meio envergonhada...

- Ahm, acho que eu vou indo então. Tenho muito trabalho!

- Ah! Tem certeza?! A gente mal conversou! Fica mais um pouco!

Niall fez biquinho e se pudesse derreteria ali mesmo! Tenho 18 anos mas ali eu tinha que me conter. Respirei.

- Eu não sei se é uma boa ideia.

- Fica vai! A gente pode fazer alguma coisa, já que você vai trabalhar com a gente.

Perrie cutucou Zayn como se estivesse cometendo o maior crime do mundo.

- Eu concordo! - Harry levantou a mão - Alguém mais?

Todos levantaram, Zayn levantou o braço de Perrie que revirou os olhos.

Ri sem graça então decidi.

- Ai tá legal!

Cedi e foi uma farra que só!

Fiquei o resto da tarde ali conversando com eles. Eram bastante engraçado, gentis...

- Você veio de onde?

- Wolverhampton, condado de West Midlands.

- Sério? Eu também sou de lá!

- É, eu sei!

Sorri e ele correspondeu. Senti meu rosto queimar. Eu era muito tímida, só tava tentando não parecer.

Eram 8:15 da noite.

- Gente, já tá tarde. Acho melhor eu ir...

Levantei e peguei minhas coisas.

- Tchau gente!

Se despediram em coro, mas quando ia fechando a porta, Liam a impediu.

- Hey! Espera!

Ele saiu pra fora e então a fechou.

- O que?

- Posso te levar pra casa?

Sorri.

- Não precisa Liam! Eu tenho carro, ele tá lá embaixo!

- Por favor! A gente dá um jeito!

- Como?!

- Não sei...A gente pode pelo menos dar uma volta?

Dar uma volta? Com Liam Payne? Às 8:45 da noite?

- Ahm, não sei! Acho que sim.

- Ótimo! Vamos?

Saimos do hotel e por sorte não havia absolutamente ninguém na rua!! Caminhamos pelo quarteirão..

- Então, você nasceu em Wolverhampton?

- É...

Eu estava me saindo muito mal! Sou tímida, não sei puxar assunto!

- Você tá morando sozinha aqui?

- Estou. Num apartamento.

- E seus pais? Sabe, sua mãe...Ficaram em Wolverhampton?

Congelei...Fazia anos que não falava sobre minha mãe. Não sei se aguentaria.

- Ãhm..- Comecei trêmula - Minha...mãe morreu quando tinha 15 anos. Meu pai bebe demais....

- Ai, desculpa! Eu não queria...

- Tudo bem Liam.

O interrompi com um sorriso.

- Sky...Posso pegar seu telefone?

- Ah, tá! Claro!

Passei meu número pra ele. Damos algumas voltas pelo bairro. Rimos quando percebi que já eram 10:30 da noite!

- Liam agora tá realmente tarde! Eu vou indo!

Parei em frente ao carro ao lado do apartamento deles.

- Tem certeza que não quer que eu vá junto?

- Não, obrigada!

Sorrimos e nos despedimos. Peguei a estrada de volta pra casa. Não estava acreditando naquilo!!

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...