It Was Meant To Be

Sinopse: Uma menina chamada Luisa esta prestes a ter a sua vida virar de cabeca pra baixo! Sua mae morreu quando tinha 10 anos e mora com o pai, um produtor e dono de uma gravadora em londres. Todas as feria ela vai para uma casa de praia em Miami com seu pai, mas dessa vez os meninos da One Direction vao junto. MUITAAA coisa acontece la, tragedia, amor, fama... Tudo... Ate o que um dia foi impossivel, foi capaz de acontecer...
(Ta eu sou pessima em sinopse, mas prometo que vao gostar da historia)

7Likes
0Comentários
4361Views
AA

24. No Words...

 

_Oi, hm... O Harry esta?

_Nao... ele ta ocupado no momento. Alias, quem é você? – Falo a loira oxigenada, de olhos azuis, nao muito bonita, encostada na porta

_A namorada dele.

_Desculpa esse cargo ja ocupado por m...- Ela ia falar mas Harry apareceu na porta. Sai correndo e fui abraca-lo. No começo ele até estava retribuindo o abraco, mas logo botou sua mae em minha cintura e foi me afastando dele. Então senti lagrimas escorrendo.

_Harry... Me explica o que esta acontecendo. Porque você disse que estava namorando essa ai? O que eu fiz? – Todos, Liam e Cara, tinham saído do quarto. Só estávamos nós dois ali.

_Luisa, como assim o que você fez? Voce nao sabe? Por favor nao se finge de santa que todos nos ja sabemos que você nao é! – Eu nao tava acreditando o que estava acontecendo

_COMO ASSIM? NAO SOU EU QUE SAIO PEGANDO QUALQUER VADIA POR AI ENQUANTO FICO ILUDINDO UMA GAROTA DO OUTRO LADO DO MUNDO! – Nao aguentei mais e comecei a gritar

_NAO CHAMA ELA DE VADIA, POR QUE NAO É ELA QUE FICA TRAINDO O NAMORADO ENQUANTO ELE TA EM TURNE.

_EU?? EU TE TRAIR?? CONTA OUTRA HARRY. NAO FUI EU  QUE ANUNCIEI NO TWITTER QUE ESTAVA NAMORANDO.

_SIM, MAS REVISTAS SIM. AQUELE MORENINHO QUE TU FICA ANDANDO POR AI, DAND UNS ABRACOS, DEITANDO NO OBRO DELE... – quando ele falou isso comecei a pensar em quem poderia ser... CLARO! O Tom. O imbecil achando que eu to namorando ele. PORRA QUE GURI IDIOTA.

_HARRY, VOCE NAO ENTENDI – fui interrompida

_LUISA, NAO QUERO MAIS SABER. NEM DE VOCE, NEM DAS SUAS EXPLICACOES. ME ESQUECE... – Aquelas palavras me acertaram como uma facada no coração. O guri que eu mais amava estava me deixando, melhor dizendo, ME pedindo pra deixar ele. Ele tava saindo do quarto quanto puxei ele pelo braço

_Harry me deixa eu te explicar caralho! – Ele puxou o braço da minha mao. Sai correndo na frente dele , tranquei a porta e me encostei na porta, ficando de frente para ele.

_Luisa, que quero sair. Acabo a nossa conversa.

_Harry, me deixa explicar porra, você nao entende né? Para de ser teimoso.

_Ja disse que nao quero saber. – Ta ai, foi as ultimas palavras dele. Mas nao para sempre. Espero que ele nao ache que ele vai escapar de mim tao facilmente, nao é? Espero que nao. Puxei a sua nuca com uma mao, e a seu braço com a outra para perto de mim. Logo nossos lábios estavam encostando. E sabe qual foi o melhor disso? Ele estava retribuindo o beijo.

 

Harry’s POV:

Eu ja nao aguentava mais aquilo. Eu nao queria, nao conseguia, nao aguentava  ver ela chorando na minha frente. Eu estava indo a direção da porta pra sair, j atava quase chorando... sim, chorando por ter a magoado, por ter que v ela chorar, e por nao escuta la, eu to com a cabeça quente, e capaz de eu fazer muito merda. Fui abrir a porta, mas ela a trancou e ficou na frente dela.

_Luisa, que quero sair. Acabo a nossa conversa. – falei friamente

_Harry, me deixa explicar porra, você nao entende né? Para de ser teimoso.

_Ja disse que nao quero saber. – Menti. Mas fui interrompido por  um beijo dela. Senti ate uma lagrima da sua cara escorrendo. Aqueles lábios praticamente tomaram conta de mim. Sua língua estava pedindo passagem e então eu cedi... Claro.. Eu cedi... MASQUEPORRAQUEEUTOFAZENDO??

 Eu nao sei o que aconteceu no momento, mas eu comecei a beija-la de volta, sentia fala do toque dela, dos seu lábios nos meus, do nossos corpos colados. O beijo começou calmo, mas foi ficando mais quente ainda, era como um vicio, nao tinha como para, a gente NAO QUERIA parar. Infelizmente, o corpo humano é inútil, e precisa de ar para viver, por isso paramos o beijo. Sorri pra ela e então passei minha mao por sua cintura e ela deixou a mao dela em meu pescoço.

_Eu.... Nao vou... Parar... De te.... Beijar.... Se você... Nao me... Deixar.... Explicar – Disse ela pausadamente, dando um selinho demorado em cada pausa

_Eu... – Comecei a falar 

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...