Dicas para Escrita

por , Sexta-feira Novembro 29, 2013
Dicas para Escrita

Como escrever com fluência!

É nova no Movellas? Aqui estão algumas dicas para como escrever uma história e obter muitas leitoras.

 

Como começar

O Início do uma história não tem de começar com muitos pormenores acerca da personagem principal. A título de exemplo, qual é o interessa de ler uma história que comece desta forma:

"Oi, o meu nome é Catarina. Eu tenho 17 anos de idade e meço 1,70 m, tenho cabelos e olhos castanhos. Adoro desenhar e odeio aranhas. A minha melhor amiga chama-se Cristina e o meu namorado chama-se Pedro."

É um pouco chato, não é? Para tornar a história mais apelativa pode ser uma boa solução começar In medias res que é latim e significa ”a meio da acção” e pode soar assim:

”Que é que você está fazendo, Ana?” disse uma voz irritada atrás de mim. Eu suspirei e voltei-me para ver um par de olhos azuis que me olhavam com raiva. ”Estou fazendo aquilo que você não foi capaz de acabar” disse com frieza.

Como podem constatar, não se revela exactamente tudo o que se está passando com as personagens. Mas é isso que faz com que a história fique ainda mais intrigante. É claro que não se deve usar esta técnica em toda a história, porque a leitora vai querer saber o que é que se está a passar, mas é um bom truque para chamar a atencão no início de uma história.

E apesar de não ser uma boa ideia escrever uma descrição detalhada das personagens da sua história, é uma boa ideia que você, enquanto escritora, saiba exactamente como é a sua personagem. Por isso é uma boa ideia escrever uma descrição das personagens mais importantes para que você saiba os mais pequenos detalhes, ou porque não fazer um retrato das personagens? Estes objectos de trabalho podem ajudá-la imenso e não vai ter que partilhar com ninguém. 

 

Enredo

Um bom enredo é a melhor receita para uma boa história. Qual é a missão ou ambição da personagem principal? O que é que ela vai precisar de fazer para alcançar os seus objectivos? Quais as consequências das suas ações? Porque é que ela reage como reage? Qual é o obstáculo, quem é o antagonista? Qual é o resultado destas ações?

 

Não deixe as narrativas por esclarecer

É essencial que você não comece uma história, capítulo ou fragmento que não sabe onde vai acabar. Isto não quer dizer que se você se perder no enredo se veja forçada a acabar tudo de forma repentina, mas se escrever num capítulo que uma personagem vai fazer algo e depois isso não acontece e não há qualquer explicação, pode ser muito frustrante para as suas leitoras...

 

Detalhes supérfluos

Os detalhes são importantes, mas só os necessários. Detalhes supérfluos são aqueles que não acrescentam nada à história. Por isso, por exemplo, se uma personagem vai ao banheiro e algo importante acontece, talvez valha a pena referir, mas se for só para dizer ”Eu fui ao banheiro, sentei-me para fazer chichi e depois lavei as mãos antes de sair” então mais vale não escrever nada. Nesse caso mais vale escrever ”Eu fui ao banheiro e quando voltei...”

 

Releia o capítulo

Desta forma você se assegura de que não há erros ortográficos e sintáticos e não terá uma série de comentários de leitores a apontar os seus erros. Outro bom conselho é ler a sua história em voz alta para alguém - ou para si mesma. Isso vai ajudá-la a perceber se as frases soam mal ou se estão na orden errada. Também é bom ler cada frase individualmente para confirmar que fazem sentido.

 

Faça uma capa apelativa

Se a capa da história for atrativa todo o mundo vai querer ler, se a capa não sobressair comparada com as outras capas, vai ter menos chances da obter leitoras. Um video cativante também é uma ótima forma para atrair leitoras.

 

Pergunte...

se alguém quer ler a sua história (por exemplo no fórum do Movellas). É recompensante ser-se lida e se anunciar que escreveu uma história é muito mais provável que a leiam. Por isso vá, anuncie no fórum, e se ninguém ler a história, tente outra vez mas, claro, sem soar desesperada.

 

O tipo de letra e o grafismo dos parágrafos são importantes

Você não acredita? Há uma célebre história de uns físicos que escreveram um livro cheio de novas descobertas e factos que mudariam o rumo da Física, mas teve muito poucos leitores. Porquê? Porque o texto tinha sido escrito em ’Comic Sans’ e isso levou muita gente a pensar que se tratava de um livro para crianças, por isso ninguém levou o livro a sério. Escolher uma fonte adequada e um tamanho de fonte cativante faz toda a diferença. ’Times New Roman’ em tamanho 12 é um clássico que costuma resultar se quiser dar um tom sério à história, mas isso agora depende do gosto, e do tema do livro.

Os parágrafos são também muito importantes e podem ser uma grande ajuda na forma como se narra uma história, incutindo ritmo e dando à leitora um guia para quando parar e respirar fundo, o que torna a leitura muito mais agradável.

 

Não revele tudo desde o início

Se o final da história for revelado já a partir do primeiro capítulo então os leitores perdem o interesse. Por vezes pode ser uma boa ideia dizer que por exemplo alguém morreu e então começar a descrever toda a história que levou a esse final, mas só se essa história for intrigante o suficiente, porque se tudo for revelado no início da história, quem vai ter vontade de ler o resto?

 

Escreva uma sinopse cativante

Se escrever uma sinopse que conte muito pouco ou demasiado, ou um prólogo que revele a história toda, então não há leitor que queira ler a história. Se por outro lado escrever um prólogo que dê indícios de uma história que os leitores queiram ler, ou uma sinopse que faça a leitora dizer ”Uau, esta história é mesmo o que eu quero ler!”, então pode estar certa de que obterá muito mais leitoras.

 

Show, don’t tell

Mostre, não narre. Ou seja, em vez de dizer que o menino é atencioso, pode demonstrar dizendo que ele deu rosas e chocolates à menina. Não precisa de dizer como são as personagens, se tiver a oportunidade de o demonstrar com as suas ações. Desta forma fica uma impressão muito mais duradoura do caráter das personagens.      

                                                                                        

Então, acha que estas dicas a vão ajudar?

Loading ...