Little Things 2

...

0Me gustan
0Comentarios
349Vistas
AA

3. Descobrindo um mentiroso

POV’s Harry.

-Não sei, estava conversando com Niall, e ele olha para Nanda de um jeito diferente do jeito que você olha para mim. Tenho medo que não me ame como eu te amo Harry. –Ótimo, agora que eu estava ferrado. Amanda realmente me amava do jeito que eu queria que Andressa me amasse, não posso terminar com Amanda se não eu iria a deixar muito magoada e triste. Se fosse há cinco anos atrás eu não estaria falando isso, mas já tenho 24 anos, é Harry Styles tem 24 anos e nem sabe resolver sua vida amorosa. Muito maduro você...

-Eu te amo Amanda como nunca amei uma menina. –E olha eu falando oque eu queria dizer para Andressa, eu não amava Amanda, mas gostava dela o bastante para continuar nosso namoro, tenho medo que ela queira se casar.

-Também te amo. –Ela me beijou e passamos a noite assim, namorando.

-Bom dia pequeno. –Respondeu Amanda com uma bandeja de café da manha.

-Hmmm isso parece bom. –Respondi me sentando na cama.

-Eu que fiz. –Se gabou.

-Ótimo, tenho uma namorada cozinheira, tentando me deixar obeso? –Perguntei sorrindo.

-Nunca, se você ficar gordo eu te largo. –Respondeu a mesma rindo e eu tive que sorrir também, estava me sentindo muito mal por estar enganando ela, preciso conversar com alguém.

POV’s Andressa.

-Arrumou tudo amor? –Perguntei a Zayn, ele assentiu. Estávamos voltando para Londres, um mês em Miami estava ótimo, mas tínhamos que trabalhar, Harry me ligou dizendo que precisa falar urgente comigo, então quando eu chegasse lá era para eu ir direto ao seu apartamento.

-Vamos pequena? Nosso voo sai daqui a 20min. –Fomos até o jatinho e voltamos para Londres.

-Bom amor, Harry disse que precisava falar comigo urgente, vou lá falar com ele ok?

-Claro pequena, se cuida. –Me deu um beijo e eu fui dirigindo até o apartamento de Harry. Toquei a campainha, demorou uns dois minutos aparece um ser descabelado sem camisa e com a calça do pijama há! E de pantufas.

-Oque houve? –Respondi o abraçando e então percebi que ele chorava. –Vem, senta e me conta tudo.

-Amanda me ama, mas eu não amo ela. –Respondeu. Fiquei para olhando para ele, seus olhos verdes perderam o brilho, e agora estavam tristes. –E quem eu amo não me ama. Oque eu faço?

-Converse com Amanda primeiro. Diga que não há ama do jeito que ela te ama que você ama outra menina. –Respondi passando a mão em seus cachos.

-Mas ela vai ficar triste e eu não quero deixar ela triste. –Respondeu.

-Olha seu estado Harrold! Nunca te vi assim por uma menina. Mas me diga quem é essa menina que você ama de verdade? –Perguntei e ele começou a chorar mais ainda. –É uma menina né?! –Perguntei quase gritando, ele sorriu triste e balançou a cabeça. –Ufa achei que seu bromance com Louis tinha partido para outro nível. –Dessa vez ele gargalhou e eu também.

-Ela tem um marido. –Ele respondeu me olhando.

-Uau que enrascada em senhor Harry, mas me diga quem é ela? –Perguntei mais uma vez.

-É... –Ele travou.

-Vamos Harry me fale.

POV’s Harry.

 -Vamos Harry me fale. –Disse ela me apressando, eu só queria estar beijando ela agora.

-Eu amo a... FERNANDA! –Como eu sou idiota, poderia ter me declarado para ela, e implorado para ela largar o Zayn e ficar comigo, mas não, cérebro idiota. Eu só a vi me olhando com os olhos esbugalhados.

-A... A... Nanda? –Perguntou ela ainda me olhando estranho.

-É, mas eu lhe peço para não contar a ninguém. Tá bom? –Pedi segurando sua mão.

-Cla... Claro Harry. –Não estava acreditando que eu tinha mentido para Andressa. Uma hora ela vai descobrir a verdade. –Mas então, quer que eu a chame para vocês dois conversarem? –Ela perguntou tentando parecer calma.

-NÃO! Não, por favor. Eu ainda tenho que me resolver com Amanda. E não quero que a Fernanda fique sabendo. Deixe que eu conto. –Pedi desesperado.

-Tem certeza que você esta falando a verdade? –Ela perguntou olhando no fundo dos meus olhos, comecei a chorar novamente. –Vamos Harry, me fale a verdade.

-Não posso... –Respondi deixando as lagrimas rolarem pelo meu rosto. Me sinto uma menininha de 12 anos.

-Porque não? Eu sou sua melhor amiga não sou? –Ela perguntou segurando minha mão.

-Esse é o problema- Pensei comigo mesmo, se eu a contasse eu iria estragar nossa amizade e se eu não contasse ela iria descobrir...

-Sim você é minha melhor amiga, mas deixe que eu me resolvo... –Respondi

-Então para que você me chamou aqui? Se não quer me contar ou se não confia em mim problema é seu. –Disse ela se levantando e indo até a porta. –Quando você confiar em mim o bastante para me contar eu já vou estar longe. –Disse ela se virando.

-Você não iria me entender. –Disse pegando em seu pulso, ela tirou seu braço bruscamente e saiu batendo a porta. –Ótimo Harry, bom trabalho. –Me sentei no sofá e comecei a tentar achar algum jeito de contar para Andressa que eu a amava. Acho melhor ela se afastar de mim mesmo, quem sabe eu não acabo esquecendo-a?

POV’s Andressa.

Primeiro ele me chama em seu apartamento dizendo que precisava falar comigo urgentemente... E então ele não me conta NADA! Disse que quem ele amava ela Nanda e depois era mentira. Ainda teve a cara de pau de dizer que eu não iria entender. E mesmo assim continuo pensando nele, quem será que ele ama? Fiquei martelando opções de meninas, mas nenhuma fazia sentido do porque que eu não iria entender. Chegando em casa tinha um bilhete em cima da mesa de centro da sala escrito: “Amor, fui dar uma volta com Louis desculpe se eu não te ligar, irei deixar meu celular em casa carregando.

                                                                                 Beijos, Zayn Malik.”.

Ótimo estava sozinha. Milagre que em pleno sábado Louis não querer passar o dia com Eleanor. Fui até a casa de Nanda, precisava falar com ela, fui de carro e passando por uma praça vejo Zayn, mas não vejo Louis, vejo uma menina, parei meio distante, mas ainda assim conseguia os ver. Eles estavam caminhando e então eu desci do carro, fiquei ainda assim distante, então eles pararam de frente um para o outro e eu consegui ver quem era a menina. Amanda. Eles ficaram se olhando e conversando durante alguns minutos. Então em um piscar de olhos eu vi os dois se beijando. Eu fiquei parada olhando, não sabia oque fazer, então entrei novamente no carro acelerei e fui o mais rápido possível para a casa de Nanda.

Chegando lá apertei a campainha e Niall atendeu, o abracei e comecei a chorar, Nanda que estava no sofá com um pote de pipoca nas mãos o largou e veio em minha direção. Larguei Niall que estava chocado e ao mesmo tempo sem entender nada e fui abraçar Nanda que simplesmente me abraçou de volta.

-Oque houve Dessa? –Depois de um tempo Nanda perguntou. Niall estava com um copo de agua nas mãos, me entregou e eu tomei um gole depois que eu fiquei mais calma respondi.

-Encontrei Zayn beijando Amanda no parque. –Respondi começando a chorar novamente, aquela cena dos dois não saia da minha cabeça. Zayn que na noite anterior tinha feito juras de amor em nossa Lua de Mel e não fazia nem um mês e meio que estávamos casados me trai com minha suposta “melhor amiga”. Era muita coisa para minha cabeça.

-OQUE? –Gritou Fernanda exaltada. Niall arregalou os olhos e isso quase me fez rir, acho que ele nunca viu Nanda brava. Ele a abraçou e então desejei que Harry estivesse ali. –Meu Deus quando eu o ver vou tirar o...

-Se acalma pequena. –Disse Niall, dessa vez eu tive que rir, então eu escuto a campainha tocar, Niall se levanta e vai até a porta, só vejo um Harry com olhos inchados olhando para mim. –Oque aconteceu Harry? –Perguntou Niall.

-Oque aconteceu Andressa? –Perguntou Harry se abaixando e fazendo-me levantar meu rosto. –Você viu a mesma coisa que eu vi? –Apenas afirmei com um aceno de cabeça. Logo comecei a chorar novamente, me acalmei um pouco quando senti os braços firmes de Harry me abraçando. –Não fique assim pequena, não chore por quem não merece suas lagrimas. –Disse ele tentando me acalmar. Apenas afundei minha cabeça em seu pescoço e senti seu perfume.

-Não consigo acreditar que meu MARIDO estava beijando minha SUPOSTA MELHOR AMIGA! -Falei exaltada me desvencilhando do abraço, ótimo, de Harry. –A uma noite atrás ele me fez juras de amor, e agora eu o vejo beijando aquela vadia na praça! IDIOTAS! –Gritei. Escutei meu celular tocando, vi no identificador que era Zayn. Fernanda disse para eu não atender e deixar para conversar quando eu chegasse em casa. Harry ligou para Amanda e disse que eles iriam jantar em minha casa. Nós iriamos conversar todos juntos.

-Acho melhor eu ir, tenho que tentar me acalmar primeiro, para não voar no pescoço do Zayn e nem no da Amanda. –Eu disse me levantando. –Amanda já está em casa? –Perguntei a Harry.

-Sim, ela disse que iria se arrumar e me esperar para irmos até sua casa. –Respondeu.

-Finja que esta tudo bem, assim como eu vou fingir também. –Ele assentiu. –Vamos indo, sua casa é mais perto. E eu tenho que chegar primeiro. –Dei um abraço forte em Nanda e em Niall, disse muito obrigado e sai. Quando cheguei em casa, Zayn estava sentado no sofá olhando Tv.

-Oi amor, porque não atendeu o telefone? –Perguntou ele, vindo me beijar. Quando seus lábios encostaram nos meus lembrei da cena de Zayn beijando Amanda, terminei aquele beijo o mais rápido.

-Eu estava conversando com Nanda, nem ouvi meu celular tocar. –Respondi. –Então, onde você e Louis foram? –Perguntei sínica.

-Há fomos a vários lugares... –É quase foram para um motel. Ouvi meu celular tocar, era Harry.

-Oi. Esta vindo?

-Sim, vamos pedir uma Pizza, pode ser? –Ele respondeu.

-Claro. Até mais, beijos.

-Beijos.

-HÁ Harry...

-Oi?

-Te amo. –Eu disse. Por mais que ele não estivesse ali, me olhando com aqueles olhos perfeitos e com aquele cabelo e com aqueles lábios que fazia certo tempo que eu não beijava, fiquei com minhas bochechas vermelhas. Acho que ainda estou apaixonada por Harry, por mais que eu sinta algo Zayn, ele é aquele homem que você sente atração, por conta daquele olhar penetrante e aquele ar sinistro que ele passa. Me casei com Zayn por atração, e fiquei magoada quando o vi beijando minha melhor amiga. Nunca imaginei que Amanda iria fazer aquilo comigo. Claro, também fiquei triste porque Zayn estava toda hora dizendo que me amava. E eu odeio mentiras.

-Eu também te amo Andressa. –Ele respondeu. –Mas agora eu tenho que desligar estou dirigindo.

-Tudo bem então. Tchau. –Desliguei o telefone e vi que Zayn me fitava. –Harry e Amanda virão comer uma Pizza aqui em casa.

-Que historia é essa de Te amo? –Perguntou ele. Quase me exaltei e comecei a discutir antes mesmo do Harry chegar.

-Amo Harry como meu amigo Zayn. –Respondi indiferente.

-Tá bom. Que hora eles chegam? –Perguntou ele indo até a cozinha.

-Estão quase chegando. –Respondi. Subi para tomar um banho e tentar me acalmar mais um pouco. Terminei o mesmo e quando cheguei na sala vejo que Harry e Amanda já tinham chegado e estavam conversando. Respirei fundo e fui os cumprimentar. Dei um abraço em Amanda, e me veio à cena novamente na minha cabeça, abracei Harry apertado. –Então, já pediram a Pizza?

-Não, eles acabaram de chegar pequena. –Respondeu Zayn. – Vou lá na cozinha ligar pra Pizzaria.

-E eu vou ao banheiro. –Disse Amanda. Me deu vontade de ir junto e enfiar a cabeça dela na privada. Mas me controlei.

-Eu e Harry vamos ficar aqui vendo desenho. –Me sentei no sofá e Harry se sentou do meu lado. Os dois se foram e eu tinha certeza que eles iriam para cozinha se beijar.

-Então, vamos na cozinha dar o flagra? –Perguntou Harry.

-Vamos... –Nos levantamos e fomos até a cozinha, tentando não fazer barulho. Encontramos Amanda sentada na bancada e Zayn a beijando, eu nem fiquei mais tão triste, simplesmente fui até Zayn e cutuquei seu ombro. –Podia ser com qualquer uma menos com minha melhor amiga.  –Eu disse cinicamente.

-E você com todos menos com meu melhor amigo. –Disse Harry com mesmo tom de voz. Eles dois ficaram nos olhando, e então Zayn decidiu falar.

-Não é oque você esta pensando... –Respondeu ele olhando nos meus olhos, como ele podia ser tão cara de pau?

-Na verdade é oque eu estou pensando sim, porque eu te vi hoje na praça aos beijos com Amanda. Na verdade eu e Harry vimos. –Harry assentiu. –Acho melhor você procurar outro lugar para dormir. Não vou conseguir olha na sua cara durante algum tempo, e minha advogada ira entrar com o divorcio, assim você poderá ficar com a Amanda livremente... –Eu disse sorrindo. -Como o apartamento que Harry esta é da Amanda, Harry pode ficar aqui quanto tempo quiser, HÁ! Quem sabe vocês dois não morem juntos! Olhem que grande ideia. –Disse sínica.

-Achei ótima a ideia de eu ficar aqui, acho que eu vou passar lá no apartamento e pegar minhas coisas. –Disse Harry se virando em direção à porta. –Não quer que eu leve suas coisas Zayn? –Perguntou o mesmo.

-Harry, amor, não faça isso... Por favor. –Pediu Amanda descendo da bancada e indo ate Harry. –Por favor. –Disse ela pegando na mão de Harry.

-Quem terminou tudo foi você mesma. –Respondeu o mesmo tirando sua mão que estava presa pela de Amanda. –Então Zayn. Se decidiu? –Perguntou Harry.

-Harry, me desculpa cara. –Disse Zayn com olhar triste.

-Depois a gente conversa. –Respondeu Harry. Sai dali fui até meu quarto, peguei as coisas de Zayn e botei tudo de qualquer jeito dentro de uma mala, depois ele vinha pegar o resto.

-Pronto Zayn, aqui estão suas coisas. Pegue um taxi... –Harry não deixou eu terminar a frase.

-Pode deixar que eu levo eles, assim eu volto para cá com minhas coisas, vou pegar o máximo de coisas que eu poder. –Disse o mesmo pegando a chave do carro e indo até a saída. –Os pombinhos não vão vir? –Então Zayn e Amanda foram e eu não senti tristeza ou remorso, fiquei tranquila, não iria ficar casada com quem não me ama, e quem eu não amo.  Depois de mais ou menos trinta minutos Harry voltou. –Então, onde eu boto minhas coisas? –Perguntou ele com duas malas e algumas sacolas. Sorri.

-Bote lá no meu quarto, há a Pizza já chegou. –Respondi indo até a cozinha.

Join MovellasFind out what all the buzz is about. Join now to start sharing your creativity and passion
Loading ...